quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Planes of Fame Air Museum recebe raro Gloster Meteor T.7

Gloster Meteor T.7 WA591 (Foto John_2008.) 

O mundialmente famoso Planes of Fame Air Museum com sede em Chino, Califórnia, recebeu recentemente a doação de um Gloster Meteor T.7 WA591, um dos poucos Meteor ainda em condições de voo. Esse ex-caça da RAF fez o primeiro voo nos Estados Unidos em décadas quando decolou no Aeroporto Executivo de Hampton Roads logo após sua importação do Reino Unido. O Museu Aéreo do Patrimônio Mundial de Marty Tibbits , com sede no City Airport em Detroit, Michigan, adquiriu-o do Classic Air Force Trust em Coventry, Inglaterra. 

Este museu tinha grandes planos para o Meteor e sua frota crescente de jatos militares clássicos, mas tudo isso acabou quando Tibbits tragicamente perdeu a vida na queda de um deHavilland Venom em julho de 2018. Com a força motriz e o principal benfeitor do museu perdendo a vida, o futuro parecia sombrio para o Meteor, que acabou sendo armazenado ao ar livre por um período antes do Sr. Foster Stanback intervir para salvar a aeronave e encontrar um novo lar para ela. Stanback é um piloto talentoso e orgulhoso apoiador do Centro Tom Wathenno histórico Aeroporto Flabob em Riverside, Califórnia, a organização que doou o avião ao Planes of Fame. O Meteor voou para Chino de sua antiga base em Pontiac, Michigan, durante o final de agosto.

O Meteor T.7 WA591 saiu da linha de produção de Gloster em Hucclecote em meados de 1949. Ele serviu na Força Aérea Real em vários esquadrões de treinamento, incluindo Stradishall, Driffield, Finningley e o College of Warfare em Manby, antes de se aposentar do voo para se tornar avião de instrução terrestre com a Unidade de Manutenção No.5 da RAF Kemble em 1965. 

Gloster Meteor T7 WA591 chegando ao Planes of Fame em 25 de agosto. (Foto de Brett Dietz.) 

Ele fechou seu serviço na RAF como monumento na base de RAF Woodvale, perto de Liverpool, mas acabou no portão de entrada da agora fechada British Aerospace Factory no antigo campo de aviação RAF Woodford em meados dos anos 90. Um companheiro empreendedor chamado Collin Christopher Rhodes o adquiriu em 1993 para restaurar em condição de voo. Após dezesseis anos de trabalho árduo em condições restritas em Yatesbury, e muito investimento de capital, WA591 voou para os céus novamente em Kemble em 14 de junho de 2011, quando se tornou o avião a jato ativo mais antigo do mundo. 

Posteriormente, ele se juntou à agora moribunda Força Aérea Clássica e apareceu no circuito do show aéreo várias vezes nos anos seguintes, até que o principal proprietário da Força Aérea Clássica, Mike Collett, decidiu separar-se do grosso de sua frota de aeronaves históricas ​​em 2015. Com o futuro do Meteor agora mais garantido, ele se tornará uma atração regular no Planes of Fame nos próximos anos. Esperamos vê-lo no ar durante o Planes of Fame Air Show em maio de 2021! 

Matéria originalmente publicada em warbirdnews.com

Traduzido e adaptado por Rock & Aircraft.

sábado, 3 de outubro de 2020

O XP-82 Twin Mustang está à venda

Foto: Copyright Scott Slocum / Aero Media Group

Um dos Warbirds mais notáveis ​​que voam hoje, o protótipo North American XP-82 Twin Mustang, lindamente restaurado por Tom Reilly, está agora disponível para venda via Platinum Fighter Sales . O North American XP-82 Twin Mustang 44-83887 é um dos cinco P-82 Twin Mustangs sobreviventes e atualmente é o único voando de dois em propriedade de civis.

O momento que todos os esperaram ansiosamente desde que começaram a relatar o projeto em 2013 finalmente chegou com o primeiro voo “oficial” pós-restauração em 28 de janeiro de 2019 em Douglas, Geórgia. O experiente piloto de warbird Ray Fowler estava nos controles novamente enquanto o caça de dupla fuselagem e assento duplo rugia pela pista, seus dois motores Merlin acionando hélices em contra rotação.

Foto: Copyright Scott Slocum / Aero Media Group

Objeto de uma restauração monumental pelo famoso restaurador Tom Reilly, esta aeronave voou 25 horas desde que sua restauração foi concluída. A magnífica aeronave recebeu quatro troféus no EAA AirVenture 2019, incluindo Grand Champion Warbird - Post WWII, Phoenix Award e duas Golden Wrenches. Esta aeronave ultrarrara é oferecida por US$ 12.000.0000 pela Platinum Fighter Sales , uma empresa de renome mundial especializada na venda de aeronaves de qualidade, históricas, vintage e warbird, tanto para o piloto quanto para o colecionador.


Matéria originalmente publicada em warbirdnews.com
Traduzido e adaptado por Rock & Aircraft.

domingo, 6 de setembro de 2020

O sonho de infância que se tornou realidade...


Como um garoto maluco por aviões, Pat Napolitano tinha uma foto de um Beechcraft Staggerwing na parede de seu quarto. Hoje ele voa esse biplano distinto. Com seu chapéu Fedora e sua jaqueta de couro que lembram Howard Hughes, Napolitano e seu avião corporativo único se destacam na rampa onde quer que ele desembarque, especialmente depois de anunciar sua chegada com o distinto som "oooga" de uma buzina Klaxon dos anos 1930.

sábado, 5 de setembro de 2020

Tomcat Tales - um documentário sobre o mortal F-14 Tomcat

Um F-14 do Jolly Rogers ao nascer do sol durante a operação Enduring Freedom em 2002. O F-14 está definido para ser um herói novamente no documentário Tomcat Tales, contado por meio de histórias de pilotos reais de Top Gun! (Foto da Marinha dos EUA pelo capitão Dana Potts).

Como um ator famoso, Hollywood não consegue resistir em lançar o F-14 Tomcat, e vamos vê-lo novamente em breve em  Top Gun: Maverick, embora em um papel especial. Mas antes de Tom Cruise nos trazer “Maverick”, existiam os verdadeiros Top Guns!  Isso é o que o trailer de  Tomcat Tales,  o mais recente documentário da Speed ​​& Angels Productions, nos oferece um vislumbre. É hora de ouvir os verdadeiros TOP GUNS, os verdadeiros graduados da US Navy Fighter Weapons School, enquanto eles contam histórias nunca antes ouvidas de como era pilotar o poderoso Tomcat! Este será o documentário definitivo sobre o caça a jato da Marinha mais amado da América - o Grumman F-14 Tomcat!

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

USS Essex transporta aeronaves da Segunda Guerra Mundial para comemorações no Havaí

 


O navio de assalto anfíbio USS Essex (LHD-2), da classe Wasp da Marinha dos EUA, recentemente serviu como um transporte de aviação, trazendo uma carga de aviões da Segunda Guerra Mundial para o Havaí. As aeronaves, que incluem o icônico caça P-51 Mustang e o bombardeiro B-25 Mitchell, entre outros, vão participar de eventos que comemoram o 75º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial na sexta-feira dia 14/08.

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

O B-25 Mitchell “Berlin Express” da EAA voa novamente

(Foto © EAA)

O B-25H Michell, da North American Experimental Aircraft Association, fez o seu primeiro voo pós-restauração em 20 de abril de 2019, após uma restauração de quatro anos e meio. A aeronave é conhecida principalmente por seu papel no filme “Catch-22”.

segunda-feira, 27 de julho de 2020

Junkers Ju 52s da JU-AIR serão revisados ​​e retomarão as operações até 2021

Junkers Ju52 HB-HOS da JU-AIR em 2011 (Foto LFSB Plane Pictures CC BY-NC-ND-2.0)

A JU-AIR iniciou o processo para revisar completamente seus três JU-52. A revisão será realizada por empresas especializadas. A companhia aérea retomará as operações de voo na primavera de 2021. Até então, reorganizará seu departamento de manutenção.

terça-feira, 21 de julho de 2020

Aeronave-ambulância recebe apoio de radioamadores após perder contato via rádio com controle de aéreo

Foto da Aeronave por Carlos P. Valle C. via JetPhotos com mapa via OA4DTU.

Na noite de quinta-feira passada, 9 de julho, uma aeronave que partiu de Santiago do Chile para prestar serviço de ambulância aérea para transportar um paciente que estava na Ilha da Páscoa, perdeu a comunicação com o Serviço de Controle Aéreo a mais de 1.000 milhas náuticas do continente. Por conta disto, o piloto mudou para a frequência da Rede Peruana de Socorro nos 40 metros em 7.100 kHz.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

“Spitfire grego” MJ755 voa novamente

Spitfire Mk IX MJ755 em 2006 (Foto Matteo Arrotta).

O Supermarine Spitfire Mk IXc MJ755, também conhecido como "Spitfire grego" por suas marcações incomuns, voou novamente no domingo, 19 de janeiro de 2020, pela primeira vez desde 1953.