sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Patrouille de France, dos primórdios aos 65 anos



         Em 1931 a primeira demonstração de uma esquadrilha de acrobacia é feita na França, por um grupo de instrutores da então l'École de Perfeictionnement de Pilotage d'Étampes, com os pilotos o Capitão Amoroux e os Ajoudants Chéfs Carlier e Dumas, utilizando para suas demonstrações aeronaves Morane Saulnier MS-230 e suas performances foram tão bem sucedidas que estes foram designados para participar de exibições nacionais e internacionais que já eram bem comuns na época. Mas paralelamente na cidade de Dijon, outra esquadrilha inciava suas atividades com até 18 aviões Morane Saulnier 225 e Spad 510, nascia lá em 1934 a “Patrouille Weiser”, que tinha como diferencial a apresentação de suas performances aéreas tendo as asas das suas aeronaves conectadas com cordas, para demonstrar sua ousadia e confiança de manobras bem feitas, o que garantiu grande notoriedade e fama aos mesmos.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

MiG Pilot: A fuga final de Belenko


          Em 06 de setembro de 1976, o Ten.Av. Viktor Belenko desertou da URSS pilotando um MiG 25 Foxbat “zerado”de tão novo. Belenko não foi o único piloto a ter desertado da URSS desta maneira, nem foi ele o primeiro a desertar em um país do Bloco Soviético, porém esta foi a primeira vez que especialistas ocidentais foram capazes de examinar de perto o “tal” avião, que intrigava os EUA na época, o que revelou muitos segredos e surpresas. Belenko também entregou o manual do MiG-25 "Foxbat", esperando ser de ajuda e assistência a pilotos americanos na avaliação e testes da aeronave. Sua deserção causou danos significativos para a Força Aérea Soviética. 

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Novo avião comercial russo efetua 1ª aterrissagem noturna (VÍDEO)


          O MC-21-300 da fabricante russa Irkut é projetado para transportar de 163 a 211 passageiros de acordo com os arranjos de assentos, igualando-se aos A320 e ao Boeing 737-800, além dos novos A320neo e 737 MAX8. O avião russo ainda tem um alcance de voo de aproximadamente 6.000 km, mas algo que pode destacá-lo perante seus concorrentes é o fato de que aproximadamente 30% da aeronave é construída com materiais compostos, mais leves e resistentes do que ligas metálicas.

Embraer realiza entrega à Marinha do Brasil do quarto AF-1 modernizado


           No dia 23 de agosto, Dia da Aviação Naval, foi finalizada a fase de aceitação da aeronave modernizada AF-1B N-1008, encerrando mais uma etapa do contrato de modernização dos AF-1B/C. Em 29 de agosto, a aeronave foi transferida ao setor operativo, aumentando a capacidade de inteligência e defesa aérea da Força Naval e possibilitando a demonstração de incremento da Base Industrial de Defesa, por meio da empresa Embraer Defesa e Segurança.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

ANTONOV AN-2: O MAIOR MENOR


          Isso mesmo, você não leu errado, o AN-2 é o maior monomotor e biplano do mundo, porém é o menor modelo fabricado pela ucraniana ANTONOV. Um avião robusto para vários tipos de missões, tais como transporte de cargas e passageiros, transporte aeromédico, hidroavião, paraquedismo e até mesmo agrícola.

Red Bull Air Race tem corrida decidida por apenas 0s115


          Sabe quando tudo parece perdido? Era mais ou menos esta a sensação do tcheco Martin Sonka depois do treino classificatório de sábado, 25, para a quinta etapa do Red Bull Air Race, o mundial de corridas aéreas. É que Sonka foi incrivelmente mal no circuito montado sobre as águas de Kazan, na Rússia: terminou em antepenúltimo lugar.

sábado, 25 de agosto de 2018

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Rússia está desenvolvendo novo caça de decolagem vertical


          O Ministério da Defesa iniciou os trabalhos de desenvolvimento de um novo avião capaz de realizar pouso e decolagem verticais (VTOL), disse o vice-primeiro-ministro Yury Borisov na abertura do Fórum Internacional de Tecnologias Militares 2018.

Irã apresenta 1º caça completamente produzido no país

Caça Kowsar, o primeiro de produção iraniana. (CC BY 4.0 / TASNIM NEWS AGENCY)

          Segundo a agência, o caça foi apresentado e fez seu primeiro voo de teste na véspera do Dia Nacional da Indústria de Defesa, que será celebrado em 22 de agosto. A cerimônia de demonstração do caça contou com a presença do presidente do país, Hassan Rouhani.

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Diretor de serviço estatal russo comenta colaboração militar com Índia


          O projeto da Rússia e da Índia de desenvolvimento de um caça de 5ª geração está congelado, mas ainda há possibilidades de voltar a dialogar sobre ele, comunicou nesta segunda-feira (20) em entrevista à Sputnik Dmitry Shugaev, diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar da Rússia.

          "Por enquanto [o projeto] está congelado. Mas esperamos que ainda possamos voltar ao diálogo quanto ao caça de quinta geração. A propósito, o nosso avião de quinta geração S-57 realizará voos de demonstração no fórum EXÉRCITO 2018, e tenho certeza que a [aeronave] causará grande interesse e prenderá a atenção de muitos parceiros estrangeiros", assinalou.
O projeto de caça de quinta geração FGFA faz parte da atual política indiana de Make in India. Anteriormente, o vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar da Rússia, Vladimir Drozhzhov, afirmou à Sputnik que a Rússia e a Índia já tinham acordado o projeto de contrato de desenvolvimento conjunto do caça, projeto que a Rússia está pronta a assinar. 

          Além disso, Dmitry Shugaev assinalou que a Rússia pode iniciar o fornecimento do sistema de mísseis S-400 à Índia em 2020, caso o contrato seja assinado em 2018.

          "Quanto à Índia, caso fechemos contrato até o final do ano, acho que em 2020 os fornecimentos poderão ser uma realidade", assinalou.
O contrato sobre o fornecimento do sistema antiaéreo S-400 Triumph e fragatas do projeto 11356 foi fechado depois das conversações do presidente russo Vladimir Putin com o primeiro-ministro da Índia Narendra Modi em 2016.

          O S-400 Triumph é o novíssimo sistema de defesa antiaérea de longo alcance, destinado a eliminar alvos aéreos, mísseis balísticos e de cruzeiro, inclusive de médio alcance. Além disso, a arma pode ser utilizada contra alvos terrestres. O alcance do S-400 atinge 400 km, sendo capaz de eliminar alvos a uma altitude de até 30 km.

Fonte: Sputniknews