sexta-feira, 16 de março de 2012

Projeto promete reduzir tempo de voo dos aviões

SOLANGE SPIGLIATTI - Agência Estado

Um projeto da Aeronáutica promete revolucionar a navegação aérea do País, reduzindo tanto o impacto ambiental nas proximidades dos aeroportos como o tempo de viagem, através de trajetórias de voo muito mais precisas.
No novo conceito CNS/ATM de navegação aérea, que será implementado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), a rota da aeronave não é delimitada por auxílios de solo, mas, sim, orientada por satélites.
A chamada Navegação Baseada em Performance, ou PBN (do inglês Performance Based Navigation), redesenha e otimiza a estrutura dos trajetos de navegação, permitindo que o caminho percorrido entre um aeroporto e outro seja mais reto e direto.
Com o novo sistema, as aeronaves não precisarão mais fazer curvas e desviar da direção da cidade-destino entre os auxílios baseados na superfície para alcançar seus destinos e voarão diretamente de um ponto para o outro. O número de alternativas para novas rotas do gênero vão agilizar os pousos e decolagens, ajudando a desobstruir os terminais aéreos.
As vantagens para o novo sistema de navegação, segundo a Aeronáutica, são rotas menores, menos gastos de combustível, menos emissões de poluentes, pousos de precisão por satélites, aproximações com descida contínua, maior flexibilidade de voo e trajetórias de voo muito mais precisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário