quarta-feira, 4 de abril de 2012

Boeing entrega o primeiro 737-800 à AeroSvit


A Boeing e a companhia aérea ucraniana AeroSvit Airlines celebraram no último dia 27 de março a entrega do primeiro avião 737-800 Next Generation.

“A entrega do primeiro de 11 Boeing 737 Next Generation marca o início da renovação da nossa frota de aeronaves narrow body,” afirmou Gregory Gurtovoy, Presidente do Conselho de Administração da AeroSvit Airlines. “A execução deste programa de larga escala permitirá à Aerosvit aumentar a eficiência nas nossas operações e poderemos oferecer aos nossos passageiros níveis de conforto sem precedentes na Ucrânia graças à introdução destas novas aeronaves equipadas com o Sky Interior da Boeing.”

“Estamos extremamente satisfeitos por entregar o primeiro 737-800 Next Generation à AeroSvit,” afirma Marty Bentrott, vice-presidente do departamento de vendas da Boeing Commercial Airplanes para a Ucrânia, Rússia, Ásia Central e Médio Oriente. “É uma honra para nós transferirmos esta excelente aeronave para este nosso importante cliente e estamos confiantes que os seus funcionários e passageiros irão disfrutar a sua eficiência, fiabilidade e conforto. Estamos empenhados em fortalecer esta parceria e apoiar o crescimento da frota e dos negócios da AeroSvit.”

Todos os 737-800 Next-generation serão entregues com o novo Boeing Sky Interior que oferece ao passageiro uma sensação de harmonia e conforto sem precedentes, com uma cabine espaçosa e com maior capacidade de carga somando um inovador sistema de iluminação.

A AeroSvit Airlines foi criada em 1994, e tem o seu hub no aeroporto de Kyiv-Boryspil. Opera 80 rotas internacionais para 34 países e está presente nos principais aeroportos regionais da Ucrânia.

Pertence à IATA (International Air Transport Association) desde 1996 e à Associação de Companhias Aéreas Europeias desde 2008. A AeroSvit foi das primeiras companhias aéreas da Europa de Leste a satisfazer os requisitos IOSA (IATA Operational Safety Audit) e confirmou com sucesso pelo segundo ano consecutivo as suas normas de segurança através de auditorias independentes da IOSA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário