terça-feira, 3 de abril de 2012

F-X2: Boeing terá centro de pesquisa e tecnologia no Brasil em 2012


Boeing  anunciou hoje que vai estabelecer a Boeing Research & Technology-Brazil, um centro de pesquisa e tecnologia em São Paulo, que irá trabalhar com os principais pesquisadores e cientistas do país para desenvolver tecnologias aeroespaciais.


A Boeing Research & Technology-Brazil, que será aberta ainda este ano, servirá como um hub para a colaboração entre a Boeing e organizações de P&D brasileiras, incluindo agências governamentais, empresas privadas e universidades.

“A Boeing é definida por sua excelência tecnológica, e estabelecer a Boeing Research & Technology no Brasil trará novas ideias e processos inovadores para a nossa empresa”, disse Donna Hrinak, Presidente da Boeing do Brasil. “Nós também fortaleceremos nossa relação com a comunidade de P&D do Brasil de forma a aumentar a capacidade do país para atingir as suas metas de desenvolvimento econômico e tecnológico”.

Áreas de foco de pesquisa para o novo centro irão incluir biocombustíveis sustentáveis de aviação, gestão avançada de tráfego aéreo, metais avançados e bio-materiais e tecnologias de apoio e serviços.

“Como parte do compromisso estratégico de longo prazo da Boeing para o Brasil, vamos estabelecer projetos colaborativos de P&D e realizar pesquisas na BR&T-Brazil, que beneficiarão o País, ao mesmo tempo que que também vamos dar suporte para os investimentos da Boeing para manter nossa excelência competitiva”, afirmou Al Bryant, Vice-Presidente da Boeing Research & Technology-Brazil. “Esta é uma oportunidade de ganho tanto para o Brasil, como para a Boeing.”

Boeing Research & Technology-Brazil será o sexto centro de pesquisas avançadas da Boeing fora dos Estados Unidos; os outros estão na Europa, Austrália, Índia, China e Rússia.

A história da Boeing no país remonta a 1932, quando a Boeing entregou 14 caças F4B-4 ao governo brasileiro. A Boeing fez sua primeira entrega comercial para o Brasil em 1960 e continua a fornecer produtos de ponta e alta tecnologia para as companhias aéreas brasileiras TAM e GOL.

Em julho de 2011, Boeing e a fabricante brasileira de aeronaves Embraer anunciaram planos para financiar conjuntamente análises e pesquisas para produção sustentável de biocombustíveis de aviação a jato. A Boeing Brasil foi estabelecida em outubro de 2011, no mesmo mês em que Boeing, Embraer e FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) assinaram um acordo para liderar o desenvolvimento de um relatório detalhado, descrevendo as oportunidades únicas e desafios da criação, produção e distribuição industrial economicamente viável no Brasil de combustível de aviação sustentável, a partir de biomateriais.

O Brasil tem o mercado de aviação comercial que mais cresce na América Latina. A Boeing prevê que será necessário para o Brasil adquirir mais de 1.000 aviões que irão custar mais de 100 bilhões de dólares nos próximos 20 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário