terça-feira, 24 de abril de 2012

França vai modernizar 10 caças Rafale Marine para o padrão F3


Os primeiros dez caças Rafale entregues à Marinha da Marinha Francesa no início de 2000 serão atualizados a partir do seu padrão atual F1 para o mais recente padrão F3, de acordo com Christophe Carpentier, diretor da “Operação Retrofit F1-F3″, da agência francesa de contratos de defesa.

Carpentier disse que sua missão é monitorar os contratos relativos a este esforço de modernização, e coordenar o trabalho das diferentes partes interessadas. Estas incluem a Dassault Aviation, MBDA, Thales, Sagem, e agências governamentais, como o serviço industrial de aviação (SIAE), da Marinha e da estrutura integrada para a manutenção operacional dos equipamentos aeronáuticos do Ministério da Defesa (SIMMAD).

Os dez primeiros aviões Rafale Marine entregues no início de 2000 eram do padrão F1 da aeronave. Eles foram qualificados apenas para operações ar-ar e de reabastecimento em voo.

A operação de modernização irá transformar radicalmente essas aeronaves, e dar-lhes as mesmas capacidades operacionais como as mais recentes aeronaves padrão F3, que estão atualmente em produção.

Especificamente, isso se traduzirá em novas capacidades operacionais e missões, que incluem ataque ao solo, reconhecimento, e a capacidade de ataque nuclear.

Um dos desafios do projeto é o controle de eventos importantes, como a entrada de uma aeronave no programa de retrofit, ou a realização de modificações estruturais por parte do SIAE. Manter o controle da agenda é fundamental, considerando que a montagem final do retrofit das aeronaves será integrada a linha principal de montagem do Rafale, sendo intercalada na cadeia de produção.

Cada fase deve ser perfeitamente cronometrada não atrapalhar a fluidez do conjunto da produção industrial dos Rafale. Isto requer um monte de antecipação e gestão constante de riscos e variáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário