quinta-feira, 5 de abril de 2012

irbus inicia a montagem final do primeiro A350 XWB


A montagem final do primeiro A350 XWB está em andamento na nova linha de produção em Toulouse. Esta última fase no progresso do A350 XWB teve início com a junção da parte central da fuselagem de 19,7 metros com a parte dianteira da fuselagem de cerca de 21 metros de comprimento.

A primeira célula do A350 XWB será utilizada nos testes estruturais estáticos pelos quais todas as novas aeronaves têm que ser submetidas durante o respectivo processo de certificação. A montagem da primeira aeronave que irá voar, MSN1, terá inicio durante o próximo verão.

A fuselagem central foi entregue em Toulouse na quarta-feira, dia 4 de abril, por um Beluga que veio das instalações da Airbus em St Nazaire, França. A fuselagem dianteira já tinha sido entregue na linha de montagem final do A350 no último dia 23 de Dezembro de 2011. A entrega e a instalação da fuselagem traseira, produzida em Hamburgo, Alemanha, deverá ocorrer durante as próximas semanas, seguido pelas asas, produzidas em Broughton, no Reino Unido.

A fuselagem do A350 XWB é composta por três seções principais, dianteira, central e traseira. Estas três seções serão juntas na primeira estacão de montagem principal, a Estacão 50. A instalação do trem de pouso dianteiro também é instalado neste local. Quando este processo é concluído, a fuselagem é transferida para a Estacão 40, onde são instaladas as asas e a fuselagem traseira. Paralelamente a este processo a instalação da cabine ocorre em simultâneo com a junção das asas à fuselagem, bem como o “power on” dos sistemas da aeronave. Com este processo, os testes funcionais podem ser iniciados antecipadamente quando comparado com outros processos de montagem.

O Airbus A350 XWB consiste numa nova família de aeronaves widebody médias. São aeronaves extremamente eficientes utilizando tecnologias de ponta em aerodinâmica, design e avançados processos tecnológicos que permitem um consumo em combustível e de custos operacionais inferiores em 25% quando comparados com as aeronaves da mesma categoria atualmente em utilização. Cerca de 70% da estrutura do A350 XWB é produzida com modernos materiais compósitos (53%), titânio e ligas de alumínio. Um novo material utilizado na fuselagem conhecido como Carbon Fibre Reinforced Plastic (CFRP) permite uma redução no consumo de combustível e uma manutenção mais simples. O Airbus A350 XWB se beneficia da elevada experiência da construtora europeia na utilização de materiais compósitos nas suas aeronaves.

A família do Airbus A350 XWB consiste em três versões de passageiros diferentes com capacidades para efecuar rotas de longo curso até 8.500 nm/15.580 km. Numa configuração típica em 3 classes, o A350-800 poderá ser equipado com 270 assentos, enquanto a versão 900 e a 1000 terão 314 e 350 assentos respectivamente.

Fonte: Cavok

Nenhum comentário:

Postar um comentário