quarta-feira, 18 de abril de 2012

Sierra Nevada entra com pedido de revisão judicial relativo a decisão da USAF de suspender o programa LAS


A Sierra Nevada Corporation apresentou uma apelação junto ao Tribunal de Ações Federais dos EUA no dia 16 de abril pedindo a revisão judicial dos resultados da Commander Directed Investigation (CDI) na ação judicial ainda pendente colocada pela Hawker Beechcraft Defense Company (HBDC) contra a Força Aérea dos EUA. A ação resultou que a USAF suspendeu o contrato de aeronave de Apoio Aéreo Leve (LAS) concedido à SNC e à abertura de uma Commander Directed Investigationsobre o processo de seleção de fonte. A Força Aérea anunciou no dia 13 de abril que a parte 1 do CDI foi concluída. O movimento da SNC busca revisar judicialmente a Parte 1 do CDI para permitir que o juiz tenha todos os fatos relevantes disponíveis para tomar uma decisão justa e rápida sobre o caminho a seguir no processo.


“Acreditamos que é importante para os objetivos de transparência, de uma a concorrência justa e aberta e da integridade do processo que o Tribunal agora analise os resultados da investigação da Força Aérea e ações, incluindo determinar se as ações corretivas propostas pela agência foram justificadas e razoáveis”, disse Taco Gilbert, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios de ISR da SNC. “Os resultados do CDI, afinal, falam com o cerne do litígio trazido pela Hawker Beechcraft. Se esta questão pode ser rapidamente resolvida através do tribunal, é melhor para os contribuintes americanos, empregos norte-americanos, nossos militares, homens e mulheres, nossas nações parceiras e para a segurança da nossa nação.”

A Hawker Beechcraft processou a Força Aérea dos EUA em dezembro de 2011 depois de ser desqualificado da competição LAS por falhar em adequadamente corrigir as deficiências na sua proposta e porque o seu avião foi visto como tecnicamente deficiente e por ter apresentado um “risco inaceitável de capacidade de missão.” Ela pediu ao Tribunal para rever o processo de seleção em torno da decisão USAF de desqualificar a HBDC da competição LAS e, posteriormente, entregar o contrato LAS para a SNC.

“Na época, a Força Aérea tomou a sua ação corretiva, nem o juiz e as partes tiveram uma visão completa sobre a base inicial da insatisfação da Força Aérea com a documentação de apoio a seleção da origem do processo decisório. Agora que a informação relevante existe nesta central questão, é no melhor interesse de todas as partes que essa possa ser revista como parte do processo contínuo da Hawker Beechcraft. O Juizado Federal também é o fórum adequado para essa revisão, pois está sujeito a uma ordem de proteção e protegerá a seleção fonte proprietária das informações”, disse Gilbert.

Fonte: Cavok

Nenhum comentário:

Postar um comentário