sexta-feira, 27 de abril de 2012

Suíça adia a compra de caças Gripen para realizar aquisição coordenada com a Suécia


A Suíça decidiu adiar a entrega de 22 jatos de caça Gripen da Saab por cerca de dois anos para que possa ser coordenada sua compra com um acordo mais amplo da Suécia e possivelmente economizar nos custos, informou o governo nesta quinta-feira.

“Esperamos para … perceber certas sinergias na produção e desenvolvimento do programa,” disse o ministro da Defesa Ueli Maurer numa entrevista coletiva.

O governo suíço disse que seria vantajoso coordenar a sua aquisição com a compra aguardada da Suécia entre 60 e 80 aviões. O projeto de lei para 22 novos caças Gripen da Suíça permaneceria abaixo dos 3,126 bilhões de francos suíços (US$ 3,43 bilhões), disse o ministro.

A Suíça fez uma competição que durou três anos para encontrar um substituto para seus antigos caças Northrop F-5E/F Tiger, comprados em 1976 e 1981. Em novembro, o governo optou pela compra de 22 caças Gripen JAS39 avaliados em 3,1 bilhões de francos suíços (US$ 3,4 bilhões).

Mas a compra dos aviões gerou polêmica, já que exigirá cortes de gastos em outras áreas, como educação e agricultura.

O parlamento da Suécia deverá votar sobre sua compra de caças em setembro, e o parlamento suíço tem a compra do Gripen na sua agenda para outubro, disse uma porta-voz do Ministério da Defesa suíço.

Os dois países ainda estavam em negociações e mais detalhes ainda tinham de ser resolvidos, disse também ela.

No início deste mês, a Suíça disse que consideraria propostas alternativas após relatórios de ensaios publicados pelo jornal Sonntagszeitung sugerirem que o Gripen não “atendedia aos requisitos mínimos esperados de capacidades”.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário