terça-feira, 1 de maio de 2012

Folheto para pilotos da RAF explica os procedimentos de interceptação durante as Olimpíadas


Enquanto os preparativos de segurança aérea dos Jogos Olímpicos continuam esta semana, a Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido, em colaboração com a Real Força Aérea britãnica (RAF), divulgou nesse final de semana um folheto para os pilotos, alertando-os que eles precisam entender as regras e procedimentos do espaço aéreo de Londres durante a Olimpíada.

O folheto explica os procedimentos para as tripulações militares usarem ao interceptar e se comunicar com as aeronaves que violarem o espaço aéreo restrito durante os Jogos Olímpicos, e as ações que os pilotos devem realizar de acordo com a resposta.

Os procedimentos de interceptação são parte de um plano de segurança aérea multi-camadas que inclui radares, aviões de vigilância e observadores aéreos no solo para detectar qualquer violação da área restrita, e aviões armados para proteger o público de uma ameaça aérea.

Ainda será possível aos pilotos civis utilizarem algumas áreas do espaço aéreo restrito, desde que sigam regras específicas desenvolvidas em conjunto pelo Ministério da Defesa e da Autoridade de Aviação Civil. Os controladores de tráfego aéreo da RAF e os planejadores de voo estarão juntos o tempo todo num centro de controle dedicado para auxiliar os pilotos com permissão para entrar nas áreas restritas.

Os pilotos que não cumprirem os regulamentos enfrentarão a possibilidade de acusação e da perda de sua licença de vôo. No entanto, o vídeo também adverte para possíveis consequências mais graves.

O avião militar voaria ao lado da aeronave perdida, usando flares e lasers portáteis para atrair a atenção do piloto. O piloto então seria ordenado a se afastar de Londres. Caso não seja realizada a manobra de afastamento, a aeronave militar equipada com armas poderá ser autorizada a utilizar tais armamentos.

O Air Commodore Gary Waterfall, Diretor de Combate Aéreo, Inteligência, Vigilância, Aquisição de Alvos e Reconhecimento da RAF, disse: “Se os pilotos conhecem os procedimentos e respeitarem as restrições, podemos garantir que eles possam voar sem surpresas desagradáveis. Isso significa que todos nós podemos apoiar os Jogos Olímpicos de forma segura, bem sucedido e agradável para todos.

“Peço a todos os usuários em voo para nos ajudar a ajudá-los a desfrutar da liberdade dos céus com o mínimo de restrição ao longo do período”, adiciona Waterfall.

Folheto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário