quinta-feira, 31 de maio de 2012

Northrop Grumman apresenta o projeto “Polar Hawk” para o Canadá


A Northrop Grumman Corporation e a L-3 MAS anunciaram hoje os planos para unir as forças numa variante do sistema de aeronaves não tripuladas (UAS) de alta altitude e longa duração (MALE) Global Hawk, fabricados pela Northrop Grumman, para o Canadá poder manter a vigilânci contínua de seus territórios árticos. Chamado de “Polar Hawk”, o sistema será projetado para permanecer no ar por longos períodos de tempo em condições climáticas adversas sobre as vastas extensões da superfície terrestre monitorando o gelo, o litoral, e os ambientes de mar aberto em todo o Ártico.

“A Northrop Grumman e a L-3 MAS estão combinando as formidáveis forças ??para oferecer um sistema de vigilância para atender aos requisitos definidos na Estratégia de Defesa do Canadá em primeiro lugar,” disse Duke Dufresne, vice-presidente e gerente geral de negócios de sistemas não tripulados da Northrop Grumman. “As características operacionais do Polar Hawk são adequados para aumentar as capacidades existentes do Canadá de vigilância e estender seu alcance para patrulhar grandes áreas geográficas, mantendo uma vigília constante sobre a vasta região Ártica do país, de costa a costa numa única missão.”

“A experiência da L-3 MAS na gestão e manutenção de grandes frotas de aeronaves tripuladas, sua forte herança no desenvolvimento de UAS e soluções de serviço de apoio estado da arte são um ajuste natural com a liderança global da Northrop Grumman na concepção, desenvolvimento, produção, apoio operacional e manutenção de sistemas de aeronaves não tripuladas para clientes no mundo inteiro”, disse Jacques Comtois, vice-presidente e gerente geral da L-3 MAS. “Juntos, a L-3 MAS e a Northrop Grumman montaram uma forte equipe industrial canadense para desenvolver uma solução muito robusta, de longo prazo e de preço acessível para a soberania atual e futura das preocupações nacionais de segurança do Canadá relativo aos seus territórios do Ártico.”

Voando a 60.000 pés, bem acima das desafiadoras condições meteorológicas e de todo o tráfego aéreo comercial, o Polar Hawk pode voar por mais de 22.000 quilômetros e permanecer no ar por mais de 33 horas, de dia ou de noite, e em todas as condições meteorológicas.

Além de suas cargas úteis de vigilância, o Polar Hawk tem o poder de apoiar e pode ser equipado com uma ampla gama de instrumentos para a realização de missões científicas e ambientais, como demonstrado pela NASA usando as versões anteriores dos UAS Global Hawk, inclusive na latitude 85 graus norte. Também pode ser implantado para apoiar missões humanitárias e para fornecer vigilância sobre o vasto território do Canadá, que se estende desde o Atlântico até as águas territoriais e costeiras do Pacífico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário