sexta-feira, 25 de maio de 2012

Slash: Não há dinheiro que reúna o Guns N' Roses


Slash concedeu entrevista ao Piers Morgan Tonight, da CNN e falou sobre o momento em que decidiu abandonar de vez as drogas, há sete anos. “A desintoxicação foi algo com que tive de lidar. No fim, já estava consciente que não tinha mais a proteção que o Guns N’ Roses proporcionava e aquilo estava fazendo com que minha carreira musical saísse de controle”.

Falando em seu antigo grupo, o guitarrista relembrou sua saída. “Aconteceu em 1996. Basicamente disse a Axl que estava cansado daquilo. E não se tratava apenas de sair daquela banda, mas de não continuar com a outra que ele queria formar, que é o Guns atual. Me ofereceram um contrato em que ele teria controle de tudo e vi que era o fim da linha”.

E as propostas por reuniões nunca passaram de especulação. “Ouvi vários números, mas nunca apareceu uma proposta específica. Mas são valores que começam com sete dígitos e vão aumentando. Só que não se trata simplesmente disso. O negócio é que nenhum de nós quer se revisitar essa história. Não se trata de colocar um preço e fazer funcionar, simplesmente”.

Fonte: whiplash.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário