quarta-feira, 9 de maio de 2012

Sukhoi Superjet 100 desaparece na Indonésia



Nesta quarta-feira, a mais nova aeronave regional comercial de passageiros fabricada na Rússia, o Sukhoi Superjet 100 (prefixo RA-97004), desapareceu das telas de radar durante um voo de demonstração de meia hora, que estava sendo realizado na capital indonésia, Jacarta, conforme informações iniciais da agência de notícias russa RIA Novosti. No voo estavam 36 passageiros, seis tripulantes e dois funcionários da Sukhoi.

O avião, que havia decolado do Aeroporto Jakarta Halim Perdanakusuma, desapareceu quando sobrevoava a área de Bogor, Java Ocidental, Indonésia, cerca de 36 milhas de Jakarta, conforme disse o porta-voz do Ministério dos Transportes Bambang Ervan.

Os pilotos haviam solicitado às 15:30LT (5:30 horário de Brasília), permissão para descer de 10.000 pés para 6.000 pés, conforme informações dos controladores de tráfego aéreo. Depois disso, todo o contato de rádio foi perdido.

O avião começou a fazer sua descida, mas desapareceu dos radares a 6.200 pés numa área montanhosa. Até o momento não foi encontrado nenhum sinal automático de emergência (ELT). A operação de busca foi iniciada e está montada, primeiro com voos de busca, mas que ainda não encontraram qualquer vestígio da aeronave. A operação de busca está atualmente suspensa devido ao anoitecer na Indonésia.

No momento do último contato, a estação meteorológica local em Bogor relatou visibilidade de 9000 metros (aumento de 10.000 metros na leitura seguinte), a temperatura era de 31°C, ponto de orvalho de 25°C, umidade relativa de 70% e ventos ao redor de 5 nós do Nordeste, sem precipitação. De manhã, a estação meteorológica relatou baixa visibilidade em torno de cerca de 2.000 metros.

A aeronave comercial Sukhoi Superjet 100 chegou em Jacarta como parte de uma turnê de demonstração em seis países asiáticos. Tinha visitado Mianmar, Paquistão e Cazaquistão, e estava previsto uma visita ao Laos e no Vietnã, depois da Indonésia.

A empresa Sukhoi, conhecida pelos caças militares, é a fabricante da aeronave civil de corredor único com capacidade para 100 passageiros em duas classes distintas, focado nas operações regionais. O Superjet 100 fez seu vôo inaugural em 2008.

A empresa estatal russa United Aircraft Corp disse que o defeito não afeta a segurança dos passageiros.

Fonte: diario da Russia

Nenhum comentário:

Postar um comentário