quinta-feira, 14 de junho de 2012

Acidente com jato Su-25 na Bielorrússia causa morte de piloto que não quis ejetar


Um jato de ataque Sukhoi Su-25, fabricado pela antiga União Soviética, e pertencente a Força Aérea da Bielorrússia, caiu hoje, dia 12 de junho, na Bielorrússia, matando o piloto da aeronave, conforme informou o Ministério da Defesa do país.

O piloto, Nikolai Gridnyov, perdeu o controle do jato ao realizar exercícios de voo a baixa altitude, cerca de 200 metros, segundo o ministério local, informou a agência de notícias Belta.

O controle de solo ordenou que o piloto ejetasse do avião, mas ele ficou a bordo a fim de evitar que a aeronave caísse na aldeia de Nowiny, na região de Grodno, sacrificando sua vida para fazer com que o jato caísse a dois quilômetros de distância da aldeia, disse o relatório.

O ministério não entrou em detalhes sobre as causas do acidente. A Força Aérea da Bielorrússia tem mais de 70 jatos Su-25s, que foram fabricados na década de 1970.

Fonte: IANS

Nenhum comentário:

Postar um comentário