quinta-feira, 21 de junho de 2012

Força Aérea da Índia planeja desenvolver sua própria aeronave AWACS


A Índia está planejando desenvolver internamente uma aeronave AWACS (Sistema de Alerta Aéreo Antecipado e Controle) destinada a reforçar as suas capacidades de defesa aérea.

A proposta de desenvolver o sistema nacional no âmbito do projeto “AWACS India” será enviado para aprovação da Comissão de Segurnaça do Conselho de Ministros (CCS) dentro de um mês ou dois, disseram os membros do DRDO.

No âmbito do projeto, potentes radares seriam instalados em aeronaves de transporte pesado, tais como os IL-76 ou Boeing.

Atualmente, a Força Aérea Indiana (IAF) está operando três radares AWACS Phalcon adquiridos a partir de Israel. Estes radares AWACS estão instalados em aeronaves de transporte de origem russa IL-76.

O DRDO também está desenvolvendo uma versão menor dos AWACS, conhecidos como sistemas Embarcados de Alerta Aéreo e Controle (AEW&C).

No âmbito do projecto AEW&C, o DRDO está instalando os radares e outros sistemas de monitoramento aéreo em jatos adquiridos da Embraer. Dois destes sistema totalmentes funcionais serão entregues para a Índia até o final deste ano, disseram as autoridades.

Após uma série de vôos de teste bem sucedidos, as antenas estão agora sendo montadas nos jatos da Embraer, após o qual o sistema vai ser colocado para os ensaios finais, eles disseram.

Além de detectar aviões de combate hostiis no ar, o AWACS também é utilizado para detectar mísseis hostis e outros equipamentos de defesa aérea dos inimigos. Ele também pode ajudar a detectar tropas posicionadas em fronteiras.

Os AWACS de Israel estão sendo adquiridos através de um acordo de 2003, avaliado em US$ 1,1 bilhão. Os AWACS também participaram de uma série de exercícios em larga escala, controlando as operações de vôo dos principais caças da Força Aérea Indiana (IAF).

Os planos são também para conectar esses radares AWACS com um satélite militar, para aumentar seu alcance e eficácia.

Fonte: Economic Times

Nenhum comentário:

Postar um comentário