sexta-feira, 1 de junho de 2012

Lockheed envia proposta para participar do treinamento de tripulantes do KC-46 da USAF



tripulantes do KC-46 da Força Aérea dos EUA, um programa que vai preparar pilotos, operadores do sistema REVO e de outros tripulantes a bordo nas missões de reabastecimento aéreo, transporte de carga e evacuação médica. Veja a seguir o vídeo divulgado pela Lockheed sobre o programa proposto.

O Sistema de Treinamento dos Tripulantes do KC-46 apoia a estratégia da Força Aérea dos EUA para a mobilidade global. As tripulações vão reabastecer aeronaves receptoras de asa fixa para a Força Aérea, Marinha, Corpo de Fuzileiros Navais e para as forças da coalizão. As primeiras tripulações devem começar a treinar com o sistema em 2016.

“A solução da Lockheed Martin para o Sistema de Treinamento de Tripulantes KC-46 minimiza o custo e o tempo de treinamento, proporcionando a cada piloto um ambiente de aprendizagem personalizado”, disse Jim Weitzel, vice-presidente de soluções de formação em Treinamento Global e logística empresarial da Lockheed Martin. “O projeto baseia-se em nossas metodologias comprovadas que preparam 35.000 aviadores em 36 variantes de aeronaves a cada ano.”

O Sistema de Treinamento de Tripulantes KC-46 inclui dispositivos de treinamento, material didático, instrutores e apoio logístico. A Lockheed Martin montou uma equipe de pequenas a grandes indústrias que trazem para campo tecnologias acessíveis para o programa. A Lockheed Martin e a Thales Group fornecem simuladores certificado Nível D que usam componentes off-the-shelf. A pequena empresa ACME Worldwide, Inc, de Albuquerque, NM, irá fornecer os sistemas de instrução para operadores remotos de reabastecimento aéreo.

A Lockheed Martin se baseia em décadas de experiência de construção e administração de programas de treinamento junto com o desenvolvimento de aeronaves para o C-5, C-130, F-15, F-16, F-22 e F-35. Além disso, a Lockheed Martin tem apoiado o Centro de Operação de Missões Distribuídas da Força Aérea dos EUA por mais de 20 anos, evoluindo no treinamento do combate virtual em exercícios, testes e experimentação.

Internacionalmente, a Lockheed Martin prevê o treinamento de vôo para os três serviços militares no Reino Unido através do programa de Sistema de Formação Aérea Militar, bem como com a Força Aérea da República de Singapura através do programa Curso Básico de Voo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário