quarta-feira, 20 de junho de 2012

Navio com helicópteros russos que seguiam para Síria é barrado na Escócia


O navio de carga russo MV Alaed, com helicópteros de combate Mi-25 e mísseis, destinados à Síria, foi barrado em águas britânicas, próximo da costa da Escócia, e forçado a retornar.

Segundo jornais britânicos, os helicópteros Mi-25 eram usados, que estavam sendo reparados e estavam em manutenção em Kaliningrado, Rússia.

Mesmo assim, a pedido do governo britânico, a companhia de seguros Standard Club anulou o seguro do navio, quando ele estava a 50 milhas da costa escocesa, pois a embarcação não pode transportar tal carga sem violar as sanções da União Europeia contra o regime sírio de Bashar al-Assad. Sem seguro, o navio terá de retornar ao porto russo.

O Secretário de Relações Exteriores William Hague disse que o navio estava agora regressando à Rússia com a sua carga.

“Nós tivemos discussões com a Rússia sobre o assunto, e estou contente que o navio que foi relatado como estar carregando armas para a Síria, estar agora aparentemente voltando para a Rússia.”

Em um comunicado, o governo do Reino Unido disse: “Nós fomos informados na sexta-feira à noite que o navio poderia estar carregando armas, em especial helicópteros de ataque, mísseis e munições não-específicos, e estamos fazendo investigações para estabelecer a veracidade da informação.

O Reino Unido e EUA têm levantado preocupações sobre as transferências de armas da Rússia para a Síria, que está sujeita a um embargo de armas pela União Europeia.

A embaixada russa em Londres ainda não comentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário