quinta-feira, 14 de junho de 2012

República Tcheca provavelmente vai renovar contrato de arrendamento de seus caças Gripen


A República Tcheca deve chegar a um acordo com a Suécia para estender o contrato de arrendamento dos 14 caças Gripen para além de 2015, disse nessa segunda-feira o diário Pravo, citando um político bem informado.

“É claro que eles vão chegar a um acordo no final, mas o Ministério da Defesa está esticando as negociações porque quer obter o maior desconto [possível],” disse a fonte não identificada ao jornal. O custo atual do arrendamento de 10 anos é de US$ 974 milhões.

O primeiro-ministro Petr Necas (partido civil democrata, ODS) havia encarregado o ministro da Defesa Alexandr Vondra (ODS) no início de fevereiro com uma negociação de “solução ponte” com o governo sueco para estender o contrato de arrendamento por mais de cinco anos.

Vondra devia apresentar um relatório ao Conselho de Ministros sobre as negociações em meados de 2012. De acordo com Pravo, se um acordo aceitável não for atingido até o final de junho, o governo tcheco vai abrir um concurso para outros fabricantes de defesa. “Seria terrível mudar para outro caça. Seria terrivelmente caro.”

Os caças Gripen são feitos pela empresa sueca SAAB. Propostas dos EUA para proteger o espaço aéreo tcheco poderia envolver caças F-16 da Lockheed Martin ou os F-18 da Boeing. O consórcio europeu que faz o Eurofighter (EADS, Alenia Aeronautica da Itália, e BAE Systems) já teria tentado despertar o interesse em entregar aos tchecos caças Typhoon de segunda mão.

O Ministro de Relações Exteriores Karel Schwarzenberg, disse que não faz sentido mudar para outro fornecedor agora. “Manter os Gripens é do nosso interesse porque os militares são treinados para usá-los … Seria terrível mudar para outro caça. Seria muito caro”, disse à Pravo.

Fonte: Czech Position

Nenhum comentário:

Postar um comentário