quarta-feira, 4 de julho de 2012

Airbus construirá linha de montagem nos Estados Unidos


Em um importante anúncio estratégico hoje, a AIRBUS afirmou que vai construir uma fábrica nos Estados Unidos para montar e fornecer aeronaves da família A320. Localizada no Brookley Aeroplex em Mobile, Alabama, será a primeira instalação de produção da empresa em território norte-americano. A AIRBUS ressaltou que a linha de montagem, que irá criar empregos e fortalecer a indústria aeroespacial, é parte de sua estratégia para reforçar sua competitividade global satisfazendo as necessidades crescentes dos seus clientes nos Estados Unidos e em outros lugares. Confira a seguir o vídeo com os melhores momentos do anúncio oficial da Airbus.

 A instalação no Alabama reunirá a família de aeronaves A319, A320 e A321 líder no setor. A empresa afirmou que a construção da linha de montagem terá início no verão de 2013. A montagem de aeronaves está prevista para começar em 2015, com as primeiras entregas da instalação Mobile ocorrendo a partir do início de 2016. A AIRBUS prevê que a instalação irá produzir entre 40 e 50 aeronaves por ano até 2018.

 “O momento é propício para a Airbus expandir na América”, disse Fabrice Brégier, Presidente e CEO da AIRBUS no anúncio feito hoje em Mobile. “Os EUA são o maior mercado de aviões de corredor único no mundo – com uma projeção de demanda para 4.600 aeronaves nos próximos 20 anos – e esta linha de montagem nos aproxima de nossos clientes. Mobile está neste momento se tornando parte da rede produção mundial da Airbus, juntando-se às nossas bem-sucedidas e crescentes linhas de montagem em Hamburgo, Toulouse e Tianjin”.

 “Quando as aeronaves AIRBUS alcançam os céus, o nosso orgulho e mão de obra ascenderão junto com elas,” disse o governador do Alabama Robert Bentley. “Devemos agradecer a tantas pessoas que ajudaram a tornar este esforço um sucesso. Este projeto criará 1.000 empregos estáveis e bem remunerados que as pessoas desta área precisam e merecem. O Alabama possui a melhor força de trabalho que se pode encontrar nos EUA A AIRBUS reconheceu tudo o que o estado pode oferecer a indústrias em expansão, e a empresa está fazendo um novo investimento significativo no Alabama. A AIRBUS e a sua controladora, a EADS, são grandes cidadãs do Alabama há anos, e estamos entusiasmados por solidificar nosso relacionamento maravilhoso.

A AIRBUS já tem uma presença forte e crescente no Alabama e por todos os Estados Unidos. No Alabama, a empresa opera um Centro de Engenharia em Mobile – também localizado no Brookley Aeroplex e emprega mais de 200 engenheiros e pessoal de apoio -, também há uma operação de serviços ao cliente da Airbus Military dando apoio a aeronaves da Guarda Costeira Americana. Além disso, a AIRBUS opera um Centro de Engenharia em Wichita, no Kansas, um Centro de Partes de aeronaves em Ashburn, na Virginia, um Centro de Treinamento em Miami, na Flórida, e um escritório de regulamentação e de ligação governamental em Washington, DC. A Subsidiária Metron Aviation, um fornecedor líder de gestão avançada de tráfego aéreo (ATM) produtos e serviços, está baseada em Dulles, na Virgínia. A sede da Airbus para as Américas está localizada em Herndon, na Virginia. Todas as instalações da AIRBUS nos EUA, juntas, empregam atualmente mais de 1.000 pessoas.

A empresa disse que a nova linha de montagem em Mobile, juntamente com funções associadas, deverá criar cerca de 1.000 novos empregos altamente qualificados.

A linha de montagem da AIRBUS em Mobile irá incrementar a capacidade de produção existente de outras empresas do grupo EADS nos Estados Unidos. Por exemplo, a American Eurocopter fabrica helicópteros em instalações em Columbus, Mississippi e Grand Prairie, Texas, enquanto Cassidian Communications tem uma fábrica de montagem em Temecula, Califórnia.

A AIRBUS é o maior cliente de exportação para a indústria aeroespacial dos EUA. Desde 1990, a empresa gastou 127 bilhões de dólares com fornecedores americanos – $ 12 bilhões só no ano passado.

Os Parceiros da AIRBUS, com centenas de fornecedores dos Estados Unidos em mais de 40 estados americanos, e as despesas da empresa possibilitam mais de 210.000 empregos americanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário