quinta-feira, 12 de julho de 2012

China Express Airlines confirma pedido para seis aeronaves Bombardier CRJ900 NextGen Aircraft


A Bombardier Aerospace anunciou hoje que a China Express Airlines converteu um pedido condicional previamente anunciada para seis jatos CRJ900 NextGen regionais em um pedido firme. A transação inclui opções de adicionais cinco aeronaves CRJ900 NextGen.

Conforme anunciado anteriormente, e com base no preço de tabela do avião CRJ900 NextGen, o contrato de pedidos firmes está avaliado em cerca de US$ 264 milhões, e poderá aumentar para cerca de US$ 491 milhões caso as cinco opções forem convertidas em pedidos firmes.

A Bombardier anunciou no dia 26 de outubro de 2011 que uma companhia aérea chinesa, que na época queria não ser identificada, havia colocado um pedido condicional para jatos CRJ900 NextGen. No dia 09 de fevereiro de 2012, a Bombardier confirmou que a ordem tinha sido colocada pela China Express Airlines.

“Nossos cinco jatos regionais CRJ200 de 50 lugares têm nos servido muito bem desde que iniciou suas operações em 2006, e estamos confiantes de que a aeronave CRJ900 NextGen, que oferece excelente economia, apoiará a demanda crescente de passageiros em nossas rotas maiores”, disse Hu Xiaojun, presidente da China Express.

A China Express, que é a primeira companhia aérea regional privada da China, está baseada em Guiyang, Guizhou, e atualmente presta serviços regionais de passageiros com sua frota de cinco aeronaves CRJ200. A companhia aérea será a primeira a lançar a aeronave CRJ900 em serviço na China.

“Sendo a única fabricante de aeronaves com três distintas e otimizadas famílias de aeronaves no segmento de mercado entre 60 e 149 assentos, a Bombardier está bem posicionada para apoiar o crescimento do transporte aéreo da China, e estamos muito satisfeitos que a China Express tem firmado o seu pedido para seis aeronaves CRJ900 NextGen e irá introduzir a aeronave na China “, disse Mike Arcamone, presidente da Bombardier Commercial Aircraft. “Atualmente, mais de 100 aeronaves comerciais e de negócios da Bombardier estão operando na China e estamos ansiosos para receber muitos outros operadores no país.”

“Em nossa Previsão do Mercado para 2012-2031, que foi divulgada no dia 19 de junho deste ano, a Bombardier prevê uma demanda de aproximadamente 2.200 aviões comerciais nos segmento de mercado de 60 a 149 assentos na China”, disse Andy Solem, vice-presidente de Vendas para China e Norte da Ásia na Bombardier Commercial Aircraft. “Estamos trabalhando estreitamente com as companhias aéreas locais, fornecedores e partes interessadas para ajudar na expansão da frota e infra-estrutura, para apoiar o desenvolvimento da frota chinesa de aviões comerciais à medida que cresce, para se tornar o segundo maior mercado do mundo para entregas de novas aeronaves, logo atrás dos Estados Unidos.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário