quarta-feira, 18 de julho de 2012

Começa modernização dos caças Rafale da Força Aérea Francesa


No dia 12 de julho de 2012, o primeiro caça Rafale pousou no Centro Industial Aeronáutico (Atelier Industriel de l’ Aéronautique, AIA) em Clermont-Ferrand. Este é o primeiro resultado do contrato para atualização dos caças Rafale da Força Aérea francesa, que foi assinado com a AIA em fevereiro de 2011.

Até agora, as modificações relacionadas foram realizadas por um destacamento de técnicos de Clermont-Ferrand na Base Aérea de Mont-de-Marsan, no sudoeste da França. Após uma primeira fase, o monoposto Rafale de série C106 será a primeira de 52 aeronaves semelhantes que serão modificadas e atualizadas nas instalações da AIA de Clermont-Ferrand.

Na sequência do trabalho realizado para levar os primeiros 10 caças Rafale Ms da Marinha da França para o padrão mais recente, que a AIA começou em novembro de 2011, esta unidade está se tornando rapidamente o ponto principal para os trabalhos de manutenção e de atualização das aeronaves de última geração das forças armadas francesas.

O trabalho de atualização na frota de caças Rafale da Força Aérea Francesa em fevereiro de 2011, em Mont-de-Marsan e, desde então, treze aeronaves já foram modernizados. Hoje, para aumentar o ritmo de atualização, e depois de um período de treinamento, a AIA irá iniciar um ciclo de atualização de quatro anos dos caças Rafale bipostos e monopostos.

As modificações vão dar avançadas capacidades aos Rafale nos campos da comunicação, interoperabilidade e de troca de dados com tropas terrestres.

O AIA em Clermont-Ferrand é uma das infra-estruturas da Aeronautical Industrial Service (SIAé), juntamente com aquelas localizadas em Bordeaux, Cuers-Pierrefeu Ambérieu, na Bretanha. O serviço está sediado em Paris.

As principais tarefas atribuídas ao AIA são conduzidas para o benefício das forças armadas francesas. Elas consistem na manutenção de aviões (Mirage 2000, Mirage F1, Alphajet, Transall, Puma, Gazelle), dos respectivos equipamentos, e para a modernização de aeronaves e instalações especiais para as três forças armadas.

Fonte: Ministério de Defesa da França

Nenhum comentário:

Postar um comentário