quarta-feira, 4 de julho de 2012

Saab assina acordo de apoio e desenvolvimento com a FMV da Suécia para caças Gripen


A Saab recebeu quatro encomendas da Administração de Material da Defesa sueca, a FMV, para o desenvolvimento do Gripen, suporte e manutenção até 2016. As encomendas implicam um pedido inicial de SEK 3,6 bilhões além de opções de pedidos adicionais num valor máximo de SEK 2 bilhões até dezembro de 2016. (O total aproximado é de US$ 809,6 milhões incluindo as opções).

O acordo inclui várias partes: uma de apoio baseado em desempenho e solução de manutenção, logística baseada em desempenho, além de recursos terrestres associados para manutenção. Também está incluído uma adição ao pacote de desenvolvimento Gripen (MS20), bem como estudos e atividades de definição para o desenvolvimento adicional do Gripen.

“O Gripen já provou seu potencial de crescimento através da realização de tarefas de diferentes missões que não estavam inicialmente previstas para ele, como na operação Unified Protector na Líbia”, disse Lennart Sindahl, diretor de negócios da Saab na área de Aeronáutica. “Por isso é importante para o futuro que possamos continuar a adicionar novos recursos a pedido da FMV para um sistema de vôo que já provou ser de classe mundial atualmente.”

Baseado no desempenho da logística implica que a Saab oferece os prazos de serviço garantidos para os sistemas e subsistemas que estão incluídos no Gripen. As atividades incluídas no contrato estão, por exemplo, fornecendo as Forças Armadas da Suécia com peças de reposição, manutenção de sistemas de aeronaves, apoio técnico de engenharia, publicações técnicas e soluções de logística para a operação do sistema Gripen, na Suécia, na República Checa, Hungria e Tailândia. A Saab já teve vários contratos de suporte diferentes para o Gripen, os quais são agora substituídas pelo presente contrato de longo prazo.

“Este contrato de longo prazo permite que a Saab possa conduzir as operações de apoio de forma mais eficaz, em comparação com os acordos anteriores”, diz Lars-Erik Wige, chefe de Apoio da Saab e da área de negócio de serviços. “A eficiência e disponibilidade são palavras-chaves.”

Os pedidos que foram colocados através de opções incluídas no acordo serão colocado uma vez por ano. As opções abrangem operações de suporte e manutenção que são decisivas para executar as operações de aviação com o Gripen, como publicações técnicas e reparos.

O trabalho será principalmente realizado nas instalações da Saab em Linköping, Arboga, Järfälla e Gotemburgo, na Suécia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário