domingo, 29 de julho de 2012

Tinta descascada tira de voo caças F-16C/D de Israel


A força aérea israelense está mantendo no solo alguns de seus caças Lockheed Martin F-16C/D “Barak” depois que técnicos descobriram que a tinta no lado interno da entrada de ar do motor do caça está descascando, e que poderia entrar no motor. O problema foi detectado nas aeronaves operadas a partir das bases da força aérea de Hazor e Ramat David.

O comandante da Força Aérea de Israel, o Major General Amir Eshel tomou a decisão de tirar de voo os caças para evitar qualquer risco de problemas no motor devido a ingestão da pintura lascada.

Apenas os F-16s em que foram encontrados os problemas e que podem ser afetados pela pintura descascada foram tirados de voo, com todo a frota de caças F-16C/D agora passando por inspeções. As tripulações técnicas estão removendo a camada de tinta antiga e pintando a parte interna da entrada de ar.

A Força Aérea de Israel disse que o serviço de repintar as entradas afetadas estará concluído num “curto espaço de tempo” e salienta que, se necessário, todas as aeronaves serão recolocadas em operação imediatamente.

A força aérea israelense tem uma frota ativa de 325 caças F-16, compreendendo 126 unidades C/D com novos motores General Electric F110-100.

Os testes continuam na tentativa de identificar a causa do problema, mas uma avaliação inicial sugere que as altas temperaturas em Israel neste verão podem ser responsáveis.

Enquanto isso, a Força Aérea de Israel iniciou uma investigação após o incidente onde um F-16I “Sufa” e uma aeronave de reabastecimento aéreo Boeing 707 “Reem” ficaram danificados durante uma simulação de reabastecimento em voo, realizado no dia 27 de julho no sul de Israel. Ambas as aeronaves pousaram em segurança após o incidente, durante o qual a mangueira de reabastecimento do avião tanque teria se “desintegrado” e acertado o caça durante a operação de REVO.

Fonte: Flight Global

Nenhum comentário:

Postar um comentário