quinta-feira, 12 de julho de 2012

UCAV Taranis do Reino Unido passa por importantes testes e deve voar em 2013


O Taranis, o demonstrador de tecnologia não tripulado de combate aéreo (UCAV-D) do Reino Unido, concluiu com êxito uma série de testes fundamentais e deve começar os ensaios de vôo em 2013.

A plataforma furtiva concluiu recentemente os testes da seção transversal de radar na unidade da BAE Systems de Warton e a análise inicial indicou que o programa atingiu e potencialmente, superou as metas extremamente desafiantes buscadas em conjunto pelo Ministério de Defesa do Reino Unido e da indústria. Além disso, o ensaio do sistema de propulsão foi concluído. Realizada na Rolls-Royce, o teste incluiu a medição da assinatura infra-vermelha do Taranis e os resultados demonstraram as credenciais da BAE Systems e da Rolls-Royce em projetar e fabricar um sistema de propulsão de baixa observação.

Como resultado destes positivos testes iniciais, o Ministério de Defesa exigiu uma extensão dos testes. O resultado destes testes adicionais estão sendo analisados e devido a esta extensão, os ensaios de vôo estão previstos para ocorrer em 2013.

Tom Fillingham, diretor de futuros sistemas de combate aérea na BAE Systems disse: “Quando considerados em conjunto, os resultados destes dois principais programas de teste demonstram a capacidade do Reino Unido em conceber soluções furtivas para os nossos futuros sistemas de combate não tripulados.

“O progresso está sendo feito no programa, e o aprendizado que estamos tirando dele é muito positivo, e o objetivo agora é colocar o Taranis em voo, monstrando claramente a confiança do Ministério de Defesa do Reino Unido e da indústria na capacidade do Reino Unido em desenvolver tecnologias líderes mundiais de aeronaves não tripuladas de combate.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário