quinta-feira, 23 de agosto de 2012

BAE Systems finaliza fuselagem dianteira do primeiro Typhoon Tranche 3


A primeira unidade da fuselagem dianteira de um caça Typhoon Tranche 3 saiu da linha de produção da BAE Systems em Samlesbury, através de um contrato Tranche 3A assinado em 2009, para um total de 112 aeronaves que foram encomendadas para as quatro nações parceiras europeias, com 40 aeronaves com destinadas para a Royal Air Force. A entrega das aeronaves Eurofighter Tranche 3 deve começar em 2013.

Com base no sucesso já comprovado em operação dos Typhoons, como demonstrado durante as operações líbias, as aeronaves Typhoon Tranche 3 serão ainda mais capazes.

A primeira fuselagem dianteira Tranche 3, parte da aeronave monoplace britânica de número 116, inclui mais de 350 peças modificadas, concebidas, projetadas e montadas, prontas para incorporar as melhorias de capacidade mais avançadas.

Essas melhorias incluem provisão para tanques conformais e um sistema de depósito de combustível que irá permitir que o Typhoon possa voar mais e ficar mais tempo em missão. Também estão incluídos os sistemas de energia elétrica extra e refrigeração para atender a inclusão de um radar E-Scan que irá aumentar a confiabilidade, desempenho e disponibilidade, enquanto entregando menores custos de suporte para os clientes Typhoon. Os poder extra de computadores de alta velocidade e o sistema de rede de dados dará a aeronave uma maior capacidade de integração no futuro.

Mark Bowman, chefe dos pilotos de testes da BAE Systems disse: “Isto representa o próximo marco importante na evolução deste notável avião de combate. As novas disposições, incluindo por exemplo, tanques conformais e uma capacidade de radar e-Scan apenas pavimentam o caminho para mais vantagens vencedoras em guerra, comoalcance, detecção e persistência, mas garantiem que a aeronave continue na vanguarda da aviação de combate pelas próximas décadas. Estou muito ansioso para colocar esta emocionante peça de tecnologia de ponta em ação quando decolarmos num futuro próximo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário