quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Bombardier realiza voo virtual do CSeries em aeronave de teste no solo


A Bombardier Aerospace anunciou nessa segunda-feira que a empresa está agora realizando “voos virtuais” com a “Aeronave 0″, a aeronave CSeries para testes no solo na Integrated Systems Test and Certification Rig (ISTCR), uma plataforma de testes de intregração dos sistemas. No voo virtual os sistemas de aviônicos, elétricos, de controle de vôo, fly-by-wire, trem de pouso, hidráulico e de cablagem são todos acionados, e a integração de sistemas e comunicação têm sido demonstrada com sucesso. O desenvolvimento da aeronave CSeries vai agora entrar numa fase intensa de testes no solo, que irão atingir a maturidade necessária para todos os sistemas e direcionar o programa para os testes de vôo.

“A empolgação no desenvolvimento do nosso avião CSeries é construída semanalmente, enquanto o avião se torna mais e mais real”, disse Rob Dewar, vice-presidente e gerente geral do CSeries da Bombardier Commercial Aircraft. “O acionamento de todos os sistemas na “aeronaves 0″ foi um marco importante que nos permitiu iniciar a fase de testes integrados no solo e para realização de voos virtuais. Esta abordagem, que envolve testar uma aeronave completa com todos os principais sistemas e softwares totalmente configurados no padrão de produção, é novo para a nossa indústria. Ela vai nos permitir testar extensivamente o projeto dos sistemas, a fim de mitigar o risco e oferecer a confiabilidade necessária antes do primeiro vôo. Os resultados até agora têm sido satisfatórios e alguns até superaram as nossas expectativas.”

O ISTCR é uma das múltiplas plataformas de testes alojadas na Área de Testes Integrados Completos de Sistema de Aeronaves (CIASTA) na unidade da empresa de Mirabel, Québec, 40 km ao norte de Montreal. O sucesso no acionamento de todos os sistemas na “Aeronave 0″ foi apoiado por vários dos principais parceiros e fornecedores dos aviões CSeries, incluindo a CAE, Goodrich Actuation Systems, Hamilton Sundstrand, Honeywell, Liebherr-Aerospace, Parker Hannifin, Pratt & Whitney, Rockwell Collins e Fokker Elmo, juntamente com outros fornecedores estruturais e de sistemas que entregaram todos os componentes necessários. Representantes destas organizações estão localizados em Mirabel para trabalhar com a Bombardier em testes de sistemas e processos de integração.

Além do ISTCR, outros equipamentos estão sendo usados na fase de teste no solo, incluindo o Engineering Flight Simulator (ESIM) que está sendo construído pela CAE, e agora está num estágio avançado, os aviônicos Systems Integration Test Stand (SITS) e o Flight Controls Integration Lab (FCIL), que já foram encomendados a Rockwell Collins e a Parker Hannifin, respectivamente, e a plataforma de testes de Interior and Environmental Control Systems (ECS), que também está sendo concluída em Mirabel.

“A “Aeronave 0″ está funcionando em condições reais desde que pela primeira vez nivela a produção de sistemas e componentes estruturais, de um sistema de carga aerodinâmica e um modelo de vôo de alta-fidelidade. Nossos fornecedores estão conosco em cada passo do caminho e nossa unidade continua em direção à entrada em serviço da aeronave CSeries em 2013 “, acrescentou o Dewar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário