terça-feira, 21 de agosto de 2012

Índia e EUA prontos para assinar acordo para 22 helicópteros Apache


A Índia está preparada para encomendar os 22 helicópteros de ataque AH-64 Apache por cerca de US$ 1,4 bilhão, no que será mais um grande acordo de defesa a ser conseguido pelos EUA.

Os EUA já fizeram vendas militares no valor de mais de US$ 8 bilhões para a Índia ao longo dos últimos anos, apesar de ter perdido para a França no projeto MMRCA (aviões de combate médio multi-função) de quase US$ 20 bilhões, para o fornecimento de 126 caças para Força Aérea da Índia, que está na etapa de negociações comerciais finais com a Dassault.

Na batalha pelos helicópteros de ataque,o Boeing AH-64D Apache Longbow cumpriu todas as ASQRs (necessidades qualitativas do pessoal de voo), durante os testes em campo realizados pela Força Aérea da Índia, enquanto a fabrica de helicópteros russa Mil com o helicóptero Mi-28 Havoc não conseguiu passar no teste.

“É apenas uma questão de tempo antes que o contrato seja firmado com os Apaches após a conclusão das negociações comerciais. A maioria dos obstáculos já foram ultrapassados,” disse um oficial do Ministério de Defesa. Os EUA e a Rússia também estão competindo na batalha para fornecer 15 helicópteros de transporte pesado para Força Aérea da Índia, com os Chinooks feitos pela Boeing contra os helicópteros russos Mi-26.

As forças armadas indianas estão visando adquirir um total de 900 helicópteros na próxima década, incluindo 384 helicópteros utilitários médios leves, 90 multi-função naval, 65 de combate leve, 22 de ataque pesado, 139 de transporte médio e 15 de transporte pesado, entre outros, muitos deles do exterior.

O contrato iminente de US$ 1,4 bilhão para os 22 helicópteros Apaches também irá incluir o fornecimento de 812 mísseis anti-tanque AGM-114L-3 Hellfire Longbow, 542 mísseis AGM-114R-3 Hellfire-II, 245 mísseis Stinger Block I-92H e 12 radares de controle de fogo AN/APG-78, conforme notificação do governo de Barack Obama para o Congresso dos EUA.

Entre os outros programas militares de aviação já vencidos pelos EUA estão o contrato de US$ 4,1 bilhões para 10 aeronaves de transporte estratégico C-17 Globemaster III, US$ 2,1 bilhões para oito aviões de patrulha marítima P-8I e US$ 962 milhões para seis aviões de transporte C-130J ‘Super Hercules’. As negociações estão sendo finalizadas para a aquisição de mais seis C-130J, assim como mais quatro aeronaves P-8I.

O vice-secretário de Defesa dos EUA Ashton B. Carter, em sua recente visita à Índia, salientou que Washington queria ter a qualidade mais alta de Nova Délhi “e ser o mais confiável fornecedor a longo prazo de tecnologia”. A Índia emergiu como o segundo maior cliente dos EUA de FMS (vendas militares estrangeiras) em 2011, com US$ 4,5 bilhões de importações, acrescentou.

Fonte: Times of India

Nenhum comentário:

Postar um comentário