sábado, 22 de setembro de 2012

American Airlines anuncia 14 mil despedimentos


a companhia de aviação norte-americana enviou notificações a 11 mil dos seus empregados, avisando-os para esperarem despedimentos até ao final do ano.

A medida insere-se na intenção da empresa de retirar mil milhões de dólares à sua lista de pagamentos.
Ainda assim, a companhia admite que nem todos os empregados notificados - a maioria deles mecânicos ou operadores da bilheteira - venham a ser despedidos.

Muitos clientes do Miami International Airport (MIA) - para onde foram enviadas 1.400 notificações - já manifestaram preocupação com possíveis atrasos nos voos, decorrentes da redução de pessoal, mas o diretor do aeroporto, Ken Pyatt, garante que a medida não vai afetar "outros grupos de empregados de outras companhias".

"A American Airlines já indicou que pretende canalizar alguns dos seus trabalhadores, por isso é uma boa notícia para alguns dos vendedores daqui que queiram ficar com algum do trabalho que a American já não faz", acrescentou Pyatt.

O governador da Florida, Rick Scott, assegurou que a recolocação dos empregados que venham a ser despedidos do MIA será uma "prioridade".
Até 16 de novembro, são esperados 158 despedimentos no MIA e, até 16 de dezembro, outro milhar.

Já no Fort Lauderdale-Hollywood International Airport, os cortes de pessoal deverão afetar 47 empregados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário