quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Boeing inicia fabricação em série das JDAM Laser para Marinha dos EUABoeing inicia fabricação em série das JDAM Laser para Marinha dos EUA


A Boeing recebeu recentemente uma modificação de um existente contrato com a Marinha dos EUA avaliado em US$ 22,7 milhões para mais de 2.300 sensores JDAM Laser (Joint Direct Attack Munition Laser), iniciando a produção em taxa plena para atender a exigência do programa Direct Attack Moving Target Capability (DAMTC) da Marinha dos EUA.

O JDAM é um kit de orientação modular e de baixo custo que converte bombas de queda livre não guiadas em armas guiadas de precisão. A funcionalidade do laser aumenta a eficácia da arma contra alvos móveis, ameaças marítimas e outros alvos realocáveis.

“A JDAM da Boeing tem sido empregada com sucesso pelos combatentes dos EUA e seus aliados em todo o mundo há mais de uma década”, disse Debbie Rub, vice-presidente da Boeing e gerente geral de sistemas de mísseis e veículos não tripulados. “A capacidade avançada do JDAM Laser oferece aos nossos clientes uma precisão e flexibilidade incomparáveis contra uma ampla gama de ameaças emergentes atuais e em constante mudança nos campos de batalha.”

“Comprovado em combate, a JDAM Laser da Boeing ataca alvos em movimento com precisão e confiabilidade com mínimo de danos colaterais”, disse Charlie Davis, gerente do programa JDAM Laser da Boeing. “Adicionando o sensor a laser é uma opção acessível que é fácil para as equipes de munições instalar e simples de usar por pilotos já familiarizados com a JDAM.”

O Naval Air Systems Command (NAVAIR) premiou a empresa Boeing através de uma modificação no contrato de preço fixo de 17 de julho. As entregas no âmbito deste contrato começam no segundo trimestre de 2013 e continuarão até a primavera de 2014.

A Boeing completou o ciclo de desenvolvimento e testes do JDAM Laser menos de 17 meses após a capacidade ser identificada como uma necessidade operacional urgente no início de 2007. A empresa entregou os primeiros kits de produção do sensor a laser para os militares dos EUA em 2008, e a Força Aérea dos EUA com sucesso os empregou em combate no Iraque no mesmo ano.

Desde o início da produção da JDAM em 1998, a Boeing já construiu mais de 238 mil kits de cauda em sua fábrica em St. Charles, Missouri, – no prazo e no custo – para uso pelo Departamento de Defesa dos EUA e 26 forças militares internacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário