domingo, 2 de setembro de 2012

China compra 50 aviões da Airbus por US$ 4 bilhões


A China assinou acordo com a Alemanha para comprar 50 aviões da Airbus, que juntos valem mais de US$ 4 bilhões, durante visita da chanceler Angela Merkel à capital chinesa, na primeira encomenda significante desde que Pequim e Europa começaram a brigar por causa das taxas de emissão de carbono. As divergências entre China e União Europeia tinham congelado negócios de até US$ 14 bilhões.

A chinesa ICBC Leasing e a Airbus - cuja matriz, EADS, é franco-alemã - assinaram um contrato para 50 aviões da família A320 e outros acordos sobre montagem de aeronaves no país asiático, segundo a agência estatal de notícias Xinhua. Segundo a agência, o negócio vale US$ 3,5 bilhões, mas a preços de tabela da Airbus chegaria a US$ 4,6 bilhões.

Os grandes pedidos que aviões que a China faz geralmente coincidem com visitas de autoridades dos Estados Unidos e Europa, mas esse acordo ficou abaixo das rumores de 100 aviões que começaram a circular na véspera da visita de Merkel.

A Airbus ressaltou que está satisfeita com a encomenda, que inclui o primeiro pedido da China do modelo da fabricante que mais vende, o A320neo, uma versão mais moderna do avião de um corredor. Autoridades disseram que Airbus e China também chegaram a um acordo de US$ 1,6 bilhão para aumentar a linha montagem no A320 em Tianjin, perto de Pequim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário