terça-feira, 25 de setembro de 2012

Família de aeronaves não tripuladas da GA-ASI atinge a marca de 2 milhões de horas de voo


A General Atomics Aeronautical Systems Inc (GA-ASI) anunciou hoje que sua família de aeronaves das séries Predator / Gray Eagle alcançaram um marco histórico da indústria: 2 milhões de horas voadas. A conquista notável ocorreu no dia 09 de setembro, com mais de 150.000 missões totais concluídas e cerca de 90 por cento de todas as missões voadas em combate.

“O negócio da GA-ASI é o desenvolvimento de sistemas que transformam paradigmas para entregar mudanças de resultados”, disse Neal Blue, presidente e CEO da General Atomics Aeronautical Systems Inc. “Essa conquista resultou na maior disponibilidade jamais vista por qualquer outro sistema de aviões tripulados ou não tripulados no mundo e também demonstra o valor de integração de sensores e sistemas de link de dados necessários para entregar uma persistente e ampla área de consciência situacional.”

A identificação da específica aeronave e o cliente que alcançou o marco é desconhecido, já que a cada segundo, de cada dia, cerca de 50 aeronaves da GA-ASI estão voando em todo o mundo. No dia 9 de setembro, 24 Predators, 15 Predator Bs, seis Gray Eagles, e cinco Sky Warrior Alphas estavam em operação.

As horas de vôo têm crescido muito nos últimos anos, com 500.000 horas de vôo alcançados entre 1993-2008, um milhão apenas dois anos mais tarde, em 2010, e 1,5 milhões no ano seguinte, em 2011. A família de aeronaves está registrando mais de 45.000 horas de voo por mês.

“O verdadeiro sucesso é o que representa dois milhões, e dois milhões de horas de operação de uma tecnologia comprovada que salva vidas, reduz ameaças, protege fronteiras, e avança na ciência”, disse Frank Pace, presidente do Grupo de Sistemas de Aeronaves da GA-ASI. “A eficácia da nossa RPA final depende da dedicação e inovação de nossos funcionários, um compromisso de nossos fornecedores para oferecer produtos superiores de qualidade, em tempo hábil, e apoio de nossos parceiros para atender a constante mudança das exigências de nossos clientes.”

Os aviões Predator / Grey Eagles estão em constantes operações diárias de apoio com a Força Aérea dos EUA, o Exército dos EUA, a Marinha dos EUA, o Departamento de Segurança Interna dos EUA, a NASA, a Força Aérea Italiana, a Royal Air Force, e outros clientes na execução de um grande variedade de missões.

Mais de 550 aeronaves foram produzidas desde que a primeira aeronave da empresa, o GNAT 750, levantou vôo em 1993. Hoje, a GA-ASI está construindo seis aeronaves e cinco estações de controle terrestre (GCS) por mês, com capacidade para dobrar a produção, se necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário