quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Força Aérea da Índia reativa esquadrão “Desert Tigers” com os mais modernos caças Su-30MKI


As mais recentes versões dos caças Sukhoi Su-30 MKI foram introduzida ao Comando Aéreo Ocidental da Força Aérea da Índia, numa cerimônia formal na Estação da Força Aérea de Halwara, no dia 25 de setembro. O Marechal do Ar Arup Raha, chefe do Comando Aérea Ocidental foi o principal convidado para a cerimônia de posse. As aeronaves foram introduzidas no famoso esquadrão indiano “Desert Tigers”.

Enquanto o primeiro lote de caças SU-30 MKI foi introduzido na Força Aérea da Índia em setembro de 2002, o Esquadrão 220 em Halwara, conhecido como ‘Desert Tigers’, que voou com as aeronaves MiG-23 até 2005, foi agora reativado com os mais recentes caças Su-30 MKI junto ao comando ocidental.

O caça Su-30 MKI é o principal vetor de cala de domínio aéreo com capacidade multimissão, podendo realizar várias missões de combate aéreo e ataque ao solo. A Estação da Força Aérea de Halwara é uma das mais antigas bases aéreas da linha de frente da Força Aérea da Índia. A base tem crescido a passos largos desde a sua criação, como um aeródromo avançado em 1942. Halwara, devido à sua localização estratégica, esteve ativamente envolvido em ambas as guerras indo-paquistanesas de 1965 e 1971. Halwara foi o lar dos caças Spitfires no início de 1950 até o centro de operações dos Mig-23 até 2009. Mais tarde foi escolhido para basear o primeiro esquadrão de caças SU-30 MKI do Comando Aéreo Ocidental em 2011.

O “Desert Tigers” foi formado como um esquadrão de caça ofensiva no dia 09 de fevereiro de 1963. O Esquadrão foi inicialmente chamado de “Fighting Tigers” e voou com a aeronave primeiro a jato da Força Aérea da Índia, o Vampire. O esquadrão passou por muitas bases durante a sua história de 40 anos na ativa e participou das guerras em 1965, 1971 e nas Operações Kargil. Enquanto os Vampires do esquadrão voaram durante a guerra 1965, o esquadrão voou nos HF-24 Marut em 1971 na guerra de Jodhpur, onde o Esquadrão foi rebatizado como “Desert Tigers”, o nome que é conhecido até esta data. O Esquadrão mais tarde passou a voar os caças MiG-23, um caça de ataque supersônico até 2009. Ficando inativo por dois anos, o “Desert Tigers” foi reativado com os modernos caças Su-30 MKI em setembro de 2011.

A cerimônia incluiu um sobrevoo impressionante de caças Su-30 MKI do Esquadrão 220. Os pilotos do Esquadrão executaram a formação “Trishul” de uma forma espetacular, significando sua entrada formal no Comando Aéreo da Força Aérea da Índia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário