sábado, 22 de setembro de 2012

Estados Unidos confirmam venda de 8 helicópteros Apache para Indonésia


Os Estados Unidos disseram nessa quinta-feira que vão vender para Indonésia oito helicópteros Boeing AH-64D Apache para fortalecer os laços de segurança com o maior país do Sudeste da Ásia e a mais populosa nação de maioria muçulmana do mundo. A informação já havia sido antecipada aqui no final de agosto.

A Secretária de Estado Hillary Clinton, falando durante uma reunião com o ministro dos Relações Exteriores da Indonésia, Marty Natalegawa, durante uma reunião em Washington, disse que o Congresso havia sido notificado da intenção de venda dos helicópteros.

“Este acordo irá fortalecer a nossa abrangente parceria e ajudar a melhorar a segurança em toda a região”, disse Clinton.

A administração do presidente Barack Obama tem procurado reforçar laços de defesa com a Indonésia enquanto reorienta a sua atenção seguinte para a Ásia-Pacífico após os longos anos de guerra no Iraque e no Afeganistão.

Os Estados Unidos também aumentaram a cooperação militar com os aliados tradicionais, como as Filipinas e Austrália, e juntaram esforços regionais para pressionar a China a aceitar um acordo multilateral sobre uma resolução para terminar as disputas territoriais no Sul do Mar da China.

Clinton não revelou o custo estimado para o acordo dos Apache, que a imprensa da Indonésia disse que está sendo negociado há meses.

Os Estados Unidos, no ano passado, anunciou que estava oferecendo para Indonésia duas dezenas de aviões de combate F-16 usados, com Jacarta cobrindo a proposta necessária de modernização dos caças e revisão dos motores, avaliada em US$ 750 milhões.

Autoridades dos EUA disseram que a entrega das armas do EUA vai melhorar a cooperação e a partilha de informação entre os EUA e os militares indonésios enquanto eles enfrentam ameaças comuns de segurança.

O anúncio da venda dos helicópteros ocorre junto com o encontro entre Clinton e Natalegawa, que fecha a terceira reunião regular conjunta da comissão EUA-Indonésia, com ambos dizendo que os laços entre os dois países tinham ficado mais fortes.

Clinton, que visitou a Indonésia este mês como parte de uma turnê pela região Ásia-Pacífico, disse que o comércio entre os dois países chegou a US$ 26 bilhões no ano passado e que os Estados Unidos investirá US$ 600 milhões nos próximos cinco anos na Indonésia, no desenvolvimento de projetos de energia limpas, saúde das crianças e de nutrição, além de iniciativas de transparência do governo no âmbito do programa de ajuda Millennium Challenge.

A Indonésia tem sido um dos países atingidos pela violenta onda de protestos antiamericanos durante a semana passada para protestar contra um vídeo feitos nos EUA que teria feito críticas ao Islã.

Clinton disse que os Estados Unidos tinham decidido fechar temporariamente suas instalações diplomáticas no país na sexta-feira caso mais protestos fossem iniciados. Mas ela elogiou Jacarta por sua resposta à crise.

“Estamos muito gratos não só pela cooperação e a proteção que foi fornecida para nossas instalações, mas também pelas fortes declarações condenando a violência”, disse Clinton.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário