terça-feira, 25 de setembro de 2012

Rússia vai basear seus interceptadores MiG-31 no Ártico


O Ministério da Defesa da Rússia vai basear seus interceptadores de longo alcance MiG-31 na base do Ártico de Rogachyovo, localizada na ilha de Novaya Zemlya, até o final do ano, para de defender de um ataque a partir do norte, conforme relatou a Izvestia nessa terça-feira, citando fontes militares.

“O esquadrão de MiG-31 será o elemento principal do desenvolvimento do sistema de defesa anti-mísseis da Rússia – o MiG-31 é capaz de interceptar não apenas aeronaves de ataque, mas também mísseis de cruzeiro com ogivas nucleares, desde o Mar de Barents até as margens do Mar Laptev”, disse a fonte.

O analista militar Anatoly Tsyganok disse que o MiG-31BM tem um alcance de 900 milhas (1.450 km) com combustível interno, que pode ser estendido para 3.355 milhas (5.400 km) com reabastecimento aéreo.

Embora a Rússia não tenha completa cobertura radar no solo nas suas áreas do norte, ele explicou, o jato MiG-31 de dois lugares pode interceptar alvos de até 124 milhas (200 km) de distância graças ao seu radar avançado e mísseis de longo alcance.

O MiG-31, o mais rápido caça interceptador em serviço em qualquer lugar do mundo, está passando por uma completa atualização para o padrão MiG-31BM.

A versão modernizada possui aviônicos digitais atualizados e links de dados, um novo radar multimodo, displays multifuncionais coloridos no cockpit e um mais poderoso sistema de controle de fogo. Ele pode rastrear simultaneamente até 10 alvos.

No início deste ano, a Força Aérea disse que estava testando um novo míssil ar-ar avançado, que analistas de aviação disseram ser provavelmente o K-37M (também conhecido como RVV-BD ou AA-X-13 na OTAN). Esse poderia ser implantado no MiG-31BM, melhorando significativamente o seu desempenho de interceptação de longo alcance contra mísseis de cruzeiro.

Um representante da Força Aérea disse que não haverá problema em basear os avançados MiGs supersônicos na congelada ilha, já que o aeroporto tem uma pista boa e uma gama completa de instalações para eles ficarem baseados e com as seus tripulantes vivendo na região, incluindo suas famílias

A Rússia possui na região, baseado em Rogachyovo, o Esquadrão de Caça 63 equipado com caças Sukhoi Su-27 desde 1993.

Fonte: RIA Novosti

Nenhum comentário:

Postar um comentário