sábado, 3 de novembro de 2012

Acidente com caça F-5BM da Força Aérea da Espanha causa morte de piloto instrutor


Um acidente com um caça biposto SF-5BM (AE.9-025) da Força Aérea da Espanha (Ejercito del Aire) ocorrido na sexta-feira, dia 2 de novembro, às 9:47 hora local, causou a morte do piloto instrutor. O piloto cadete conseguiu ejetar em segurança. A aeronave havia decolado da Base Aérea Talavera la Real, localizada ao sul da cidade de Badajoz, e fazia parte da Ala 23.

O instrutor foi identificado como sendo Angel Alvarez Raigada. O cadete era Sergio Santamaría de Felipe, que sofreu ferimentos leves. De acordo com o Ministério da Defesa da Espanha, o acidente ocorreu como resultado da falha do motor esquerdo logo após a decolagem.

Antes da queda, os pilotos declararam emergência e tentaram retornar para pista, caindo próximo da cabeceira do aeródromo. Após a queda da aeronave, o aeroporto foi fechado para tráfego aéreo, cancelando dois voos regulares para Madrid e Barcelona, com outros dois voos sendo alternados para Barcelona.

O avião de combate F-5B “Freedom Fighter” é usado pela Força Aérea da Espanha para missões de treinamento (pilotos de Caça e Ataque) para os cadetes do 5° Curso Geral da Academia Aérea. O F-5 entrou em serviço na Força Aérea da Espanha em 1970, e vem passando por modernizações feitas pela CASA. Cerca de 20 aeronaves permanecem em operação, todas juntas a Ala 23.

O acidente está sendo investigado pela Comisión de Investigación Técnica de Accidentes de Aeronaves Militares (CITAAM).

Nenhum comentário:

Postar um comentário