domingo, 11 de novembro de 2012

Avião de pequeno porte sai da pista em Congonhas, três ficam feridos




Um avião de pequeno porte derrapou na pista do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e caiu em um terreno ao lado da Avenida dos Bandeirantes na tarde deste domingo (11). A aeronave particular, um jato executivo de prefixo PRMRG da empresa Tropic Air, saiu de Florianópolis e tocou o solo na pista auxiliar às 17h27, quando ocorreu o acidente.

Segundo a Infraero, três pessoas estavam a bordo. O piloto Michael Rumpf Gaail, de 66 anos, a mulher do piloto, Elaine Damaceno Rodrigues Gaail, de 37 anos, e o copiloto Rafael Ferreira, de 21 anos.
O piloto e sua mulher  foram atendidos no Hospital Santa Paula, enquanto o copiloto foi levado ao Hospital das Clínicas. De acordo com nota divulgada pela assessoria do Hospital Santa Paula pouco depois das 21h, o piloto sofreu traumatismo craniano, lesão no tórax e coluna lombar.

"No momento o paciente está sob os cuidados da equipe multidisciplinar, sendo preparado para uma intervenção neurocirúrgica para monitorar a pressão intracraniana", informa o hospital.

"Depois do procedimento, ele permanecerá internado na UTI neurológica para observação e tratamento. Nas próximas 24 horas poderá ser melhor avaliada a gravidade do caso e se existirá a necessidade de outras intervenções cirúrgicas", afirma o hospital. Elaine foi atendida e recebeu alta.

Segundo Leonardo Ferreira, entre os  tripulantes do avião estava seu irmão, o piloto Rafael Ferreira, de 21 anos. Leonardo esteve no fim da tarde na Avenida dos Bandeirantes, no trecho vizinho à cabeceira da pista. "Graças a Deus parece que está tudo bem", disse o jovem. Segundo ele, o irmão estava em uma viagem de trabalho, mas não soube informar se ele comandava a aeronave.


De acordo com a Infraero, cinco equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local. “Fomos chamados para fazer proteção com espuma para evitar eventuais riscos de explosão, pois poderia haver materiais inflamáveis”, afirmou o sargento Amauri Martins, do Corpo de Bombeiros.
Segundo a Infraero, o aeroporto interrompeu totalmente as atividades às 17h35 por causa do acidente, por motivos de segurança. O terminal foi reaberto às 18h41. No balanço das 20h, o aeroporto registrava 18 voos com atrasos, o que representava 10,4% dos previstos para todo o dia.

Aeronave
A aeronave que derrapou em Congonhas é um Cessna Citation Cj3. A empresa proprietária do modelo descreve em seu site que trata-se de um avião com "luxuosa cabine". Ele é destacado ainda por ter assentos reclináveis e "finamente revestidos".

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a aeronave estava com a documentação em dia: tanto a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) quanto o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) eram válidos até novembro de 2013. Segundo a Anac, não foi confirmado ainda se a habilitação do piloto estava em dia.

De acordo com a Aeronáutica, uma equipe do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 4) vai investigar o acidente.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário