segunda-feira, 12 de novembro de 2012

BAE Systems entrega o 300° avião alvo QF-4 para Força Aérea dos EUA


A BAE Systems converteu com êxito o seu 300° caça F-4 Phantom II em um avião-robô não tripulado para a Força Aérea dos EUA. A conquista é um marco significativo no programa QF-4 de 16 anos de duração, que fornece em produção de grande escala alvos aéreos controlados remotamente que a Força Aérea dos EUA utiliza para testes de armas e treinamento de aeronaves.

Os trabalhos nos QF-4 são realizados no hangar de 11,5 mil metros quadrados da BAE Systems em Mojave, Califórnia. Cerca de 100 funcionários oferecem uma gama de serviços para transformar F-4s desativados em QF-4s, um processo complexo que normalmente demora cerca de seis meses. Dependendo da condição do F-4, os serviços podem incluir sistemas de engenharia e de integração; eléctrica, mecânica e engenharia de software, e os vários tipos de alterações estruturais.

“Nosso desempenho comprovado neste programa exemplifica nossas capacidades globais para atualizar e modificar as aeronaves”, disse Gordon Eldridge, vice-presidente e gerente geral de Soluções Aeroespaciais na BAE Systems. “Temos sido o único fornecedor de QF-4s para a Força Aérea dos EUA desde 1996. Parabéns a toda a equipe de Mojave, que agora tem mais de 35 anos de experiência combinada e um sólido histórico de sucesso.”

Existem mais 14 QF-4s previstos para entrega até meados de 2013. Depois que cada conversão é concluída, o avião é levado para Base Aérea de Tyndall, na Flórida e em outros locais de formação, onde é usado principalmente para a prática de alvo.

Além do programa QF-4, a BAE Systems oferece aos clientes militares ao redor do mundo uma gama de serviços para atualizações e modificações de aeronaves, inclusive para caças F-16 e aviões de transporte C-130. Estes serviços incluem atualizações de aviônicos estado-da-arte e eletrônica, bem como manutenção de apoio pesada e programas de modificação estrutural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário