quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Contrato indiano para caças Rafale deve ser assinado dentro de 3 ou 4 meses


O contrato de vários bilhões de dólares entre a Força Aérea da Índia e a Dassault Aviation da França para o fornecimento de 126 caças Rafale será concluído nos próximos três a quatro meses, disse o embaixador da Índia na França.

“O acordo dos caças Rafale está nos estágios finais e espero que deve ser concluído nos próximos 3 a 4 meses,” disse ontem o Embaixador Rakesh Sood aos membros da Associação de Jornalistas da Índia.

Descrevendo a negociação como sendo um exercício extremamente complexo, Sood disse que já faz um bom tempo que a Força Aérea Indiana busca adquirir os caças Rafale que gradualmente vão substituir a frota de antigos MiG-21 da era soviética.

“Junto com um acordo bastante rigoroso foi colocada uma cláusula para a transferência de tecnologia, de offset (cláusula), que a Dassault Aviation concordou”, disse ele.

A negociação se moveu mais lenta do que o esperado. No entanto, “estamos buscando um prazo de 3 a 4 meses para concluir o acordo”, disse ele.

A Dassault está negociando com a Comissão de Negociação de Contratos.

Os 126 aviões multimissão médio de combate (MMRCA) Rafale estão programados para eliminar progressivamente a frota de antigos MiG-21 da era soviética e aumentar o poder de ataque da força aérea.

O preço de custo dos caças Rafale não foi revelado oficialmente, mas o negócio está estimado em US$ 20 bilhões, devido ao excessivo atraso na licitação e do processo de seleção.

Dos 126 caças, a Dassault é esperado vai entregar 18 na condição de voo e licenciar a organização estatal de defesa Hindustan Aeronautics Ltd para construir as 108 aeronaves no seu complexo Bangalore.

O Rafale surgiu como a proposta mais baixa dos dois concorrentes que foram pré-seleccionados, com o Typhoon do consórcio europeu Cassidian da EADS sendo o outro concorrente.

Respondendo a perguntas, o embaixador Sood disse que o presidente francês, François Hollande deve visitar a Índia no ano que vem.

Ele disse que o novo Ministro de Relações Exteriores Salman Khurshid em breve deve visitar Paris.

Em termos comerciais, disse que o comércio bilateral entre a Índia e a França está em cerca de US$ 8 bilhões, que foie está abaixo da expectativa.

Notando que a França tem muito um interesse na civilização indiana, ele disse que “recentemente, uma senhora havia produzido um volume de 9 Ramayana em francês.” Ele disse que a música indiana, yoga e filmes são bastante populares na França.

Fonte: The Hindu Business Line

Nenhum comentário:

Postar um comentário