sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Dois aviões OV-10 Bronco da Força Aérea da Venezuela colidem em voo durante ensaio para desfile aéreo


Duas aeronaves Rockwell OV-10E Bronco da Força Aérea Venezuelana (FAV) colidiram em pleno ar nessa quinta-feira, dia 22 de novembro, durante os preparativos para o show aéreo que ocorre no final de semana na Base Aérea El Libertador, em Palo Negro, Estado de Araguá. No acidente ocorrido no início da manhã, morreu o Major José Rafael Marín Barrios, oficial instrutor de voo do Grupo Aéreo n°15, com os outros três tripulantes conseguindo ejetar.

Os tripulantes que conseguiram sobreviver foram levados para um hospital militar próximo da base, na cidade de Maracay. O presidente Hugo Chávez lamentou o incidente e decretou luto de três dias.

O voo das aeronaves OV-10, “0431″ e o “7970″ (Lechuza Negra), servia como preparativo para as comemorações do aniversário de 92 anos da Força Aérea da Venezuela, que vai contar com a presença da Esquadrilha da Fumaça.

O ministro das Comunicações venezuelano Ernesto Villegas disse durante o dia que “a infelicidade do ocorreu durante os ensaios para o desfile aéreo para o Dia da Aviação Militar. Uma bravo piloto morreu”. Segundo o Ministério de Defesa da Venezuela, o piloto permeneceu a bordo da aeronave por mais tempo para evitar que o avião caísse numa área habitada.

O conselho de investigação de acidente aéreo das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) realiza as investigações para determinar as causas da perda dos dois OV-10 Bronco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário