sexta-feira, 16 de novembro de 2012

ELTA Systems de Israel retoma fabricação de componentes críticos para os Boeing 737 AEW&C da Turquia


A unidade ELTA Systems da Israel Aerospace Industries (IAI) decidiu reiniciar a fabricação dos sistemas de medidas eletrônicas dos aviões Boeing 737 de Alerta Aéreo Antecipado e Sistema de Controle (AEW&C) da Força Aérea Turca, conforme fontes disseram ao Hurriyet Daily News da Turquia.

O jornal acrescentou que a decisão abre o caminho para o lançamento dos muito adiados quatro aviões Boeing 737, que foram construídos num negócio avaliado total em US$ 1,6 bilhão. O diário turco também especulou que a decisão de fornecer os dispositivos críticos também pode significar o fim de dois anos de proibições de Israel as exportações de defesa para a Turquia. As fontes disseram que, com a decisão recente de continuar a produção, a produção de um terceiro avião se aproxima da conclusão. A ELTA tinha terminado anos atrás a produção dos sistemas de EMS para os primeiros dois aviões.

O Hurriyet Daily News contou que em 2002, a agência de aquisições de defesa da Turquia encomendou quatro aviões 737-700 AEW&C da Boeing, mais radar de solo e sistemas de controle, além de equipamentos de controle em terra para treinamento de missão da tripulação, para apoio à missão e suporte de manutenção. Sob o acordo, as quatro aeronaves deveriam ser entregues em 2006. Mas a integração dos aviões demorou muito mais tempo. A ELTA está construindo a sistemas EMS para as quatro aeronaves turcas e seus sistemas devem custar mais de US$ 100 milhões.

A decisão vem após os esforços da Boeing em pressionar a ELTA para reiniciar a fabricação dos sistemas turcos. A ELTA é a única fabricante de sistemas de EMS para as aeronaves Boeing 737. O Boeing 737 AEW&C estão sendo utilizados como parte das capacidades da Turquia na OTAN.

Fonte: Globe Israel Defense Arena

Nenhum comentário:

Postar um comentário