terça-feira, 27 de novembro de 2012

Real Força Aérea da Holanda recebe a quarta e última aeronave C-130H modernizada para o padrão CUP/CSIMP


A Marshall Aerospace concluiu a instalação da quarta e última parte dos Programas de Atualização do Cockpit e de Melhoria na Segurança na Cabine (CUP/CSIMP – Cockpit Upgrade and Cabin Safety Improvement Programmes) para a frota de aeronaves C-130H Hercules da Real Força Aérea da Holanda (RNLAF).

Os programas incluíram a remoção de sistemas legados/redundante e a integração de equipamentos comerciais off-the-shelf além de soluções desenvolvidas especificamente para a aeronave, a fim de atender às exigências da RNLAF. Por exemplo, a modernização CUP inclui um Sistema de Comunicações, Navegação e de Vigilância para Gerenciamento de Tráfego Aéreo (CNS-ATM), que permitirá que a aeronave voe no espaço aéreo civil sem a aprovação prévia da Autoridade de Aviação Civil. Além disso, as cabines renovadas estão agora compatíveis com óculos de visão noturna (NVGs).

O Comandante da RNLAF, Tenente-General Alexander Schnitger, comenta: “a conclusão do trabalho da Marshall Aerospace na quarta aeronave é um marco importante na modernização das capacidades de nossa frota de C-130Hs”.

Steve Fitz-Gerald, CEO da Marshall Aerospace, acrescenta: “Estamos muito satisfeitos por ter concluído este programa e por ter fornecido para Real Força Aérea Holandesa, possivelmente, os mais modernos e mais capazes C-130Hs no mundo.”

Digno de nota, é que dois dos aviões eram CE-130Qs (baseados no modelo H), que haviam sido usados pela Marinha dos EUA para operações de guerra eletrônica marítima antes de serem colocados no depósito em Tucson, Arizona. Os aviões foram desmontados e transportados para Cambridge, onde a Marshall Aerospace foi responsável porela sua recuperação para os modelos padrão H e, posteriormente, CUP/CSIMP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário