sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Último bombardeiro B-29 em condições de voo tem problema num dos motores e CAF lança campanha para arrecadar dinheiro


Durante o último voo da atual temporada de shows aéreos, a única aeronave B-29 Superfortress em condições de voo no mundo, a FIFI, teve um problema no motor. A tripulação do avião retornou com segurança para o chão, mas logo foi determinado que o motor número dois da FIFI precisaria de grandes reparos. Em resposta, a Commemorative Air Force (CAF) lançou uma grande campanha de arrecadação de fundos que visa levantar dinheiro para manter em voo um dos mais famosos bombardeiros da Segunda Guerra Mundial.

Precisando de quase US$ 10 mil e 100 horas de voluntariado para cada hora de vôo, manter o FIFI voando não é tarefa fácil. E o custo para reparos no motor número dois, e a compra de um motor novo vai chegar a US$ 250.000. O objetivo da campanha “Keep FIFI Flying” (Mantenha a FIFI Voando) é levantar esses fundos, garantindo uma operação de voo contínua e futura.

“O número de veteranos da Segunda Guerra Mundial está diminuindo a cada dia”, disse Niels Agather, Comandante do Esquadrão de B-29 da CAF, que opera a aeronave. “Nossa missão é preservar o legado vivo da grande geração e temos a intenção de fazer todo o possível para preservar a sua história de sacrifício e honra.”

A FIFI é uma peça itinerante da história militar. O avião voa para shows aéreos e excursões em todo os EUA demonstrando a jovens e idosos as paisagens, os cheiros e sons da história. Essas experiências pessoais perpetuam o espírito com que estes aviões foram levados em defesa dos EUA – em homenagem a coragem, o sacrifício e o legado da maior geração.

“Mas o vôo contínuo da FIFI está em risco”, continuou Agather. “Nós precisamos de sua ajuda, cada um fazendo um pouco, para continuar a espalhar a mensagem.”

Para mais informações sobre a campanha, visite www.KeepFifiFlying.com.

Em 1957, um pequeno grupo de ex-pilotos dos serviços militares dos EUA se reuniram e com seu dinheiro compraram um P-51 Mustang, começando o que agora é chamado da Commemorative Air Force (CAF). Com a adição de um par de F8F Bearcats, a CAF tornou-se os fundadores do Movimento Warbird, um esforço para preservar e honrar a história militar dos EUA com o grito de guerra “Keep ‘Em Flying!” Agora, 55 anos depois, a CAF é a mairo organização de Warbird, operando 156 aviões antigos em Honra da Aviação Militar norte americano. Sendo um associação de ensino sem fins lucrativos, a CAF tem mais de 9.000 membros e sua frota de aviões históricos está distribuída em 73 unidades localizadas em 27 estados norte americana para os cuidados e operação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário