segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Força Aérea da Índia vai modernizar 80 caças Su-30MKI para o padrão Super Sukhoi


A Força Aérea da Índia desenvolveu um plano para a modernização de 80 caças multimissão Su-30MKI que estão na ativa para o padrão avançado “Super Sukhoi“. As aeronaves atualizadas serão capazes de utilizar novos mísseis de longo alcance de 300 km, informou a imprensa local citando o Ministério de Defesa do país.

De acordo com o portal de notícias ZeeNews, os caças Su-30MKI da Força Aérea da Índia vieram em quatro etapas, começando com 1996. Na primeira etapa, 80 caças Su-30MKI foram recebidos da Rússia, e a modernização desse lote está previsto para os próximos três a quatro anos. A modernização fornecerá para as aeronaves um radar com uma antena de matriz ativa (AESA) e os mais recentes aviônicos. No entanto, a principal melhoria será a atualização para que os Su-30MKI possam operar com mísseis stand-off de alcance de 300km, para os quais o Ministério de Defesa da Índia já enviou aos fornecedores de todo mundo os pedidos de informações. Estes mísseis a bordo do caça serão complementares aos mísseis ar-solo de cruzeiro supersônico Brahmos, com alcance de 290 km, que vão equipar cerca de 50 jatos de combate Su-30MKI indianos.

Atualmente em serviço com a Força Aérea Indiana estão 6 esquadrões que totalizam 170 jatos Su-30MKI. No total, a frota vai voar perto de 100 mil horas até o final de 2020. A Índia pretende comprar da Rússia mais 130 caças deste tipo. Se implementados, o número de tais aviões indianos Su-30MKI será aumentado para 272. Até o final de 2012, durante um visita do primeiro-ministro russo Vladimir Putin na Índia, deve ser assinado um contrato para o fornecimento de 42 caças adicionais, que serão fabricados sob licença nas instalações da Hindustan Aeronautics Limited (HAL).

A HAL vai trabalhar com a ajuda da Rússia no projeto que deverá custar cerca US$ 200 milhões para a atualização dos Su-30MKIs. Os primeiros Su-30MKI foram entregues no final de década de 90, e cerca de 150 estão em operação na Índia.

Até à data, os caças Su-30 tornaram-se um símbolo de qualidade das aeronaves russas. De acordo com especialistas estrangeiros, o mesmo símbolo pode ser visto nos Mi-17 das últimas entregas. Como testemunhado anteriormente numa pesquisa da revista britânica Flight International, 59% de seus membros preferiram o Su-30MKI, 37% escolheram o caça de quinta geração norte americano F-22 e 4% o F-15.

A Sukhoi já assinou contratos mundiais com previsão de entrega de cerca de 330 jatos Su-30, com mais de 230 aviões deste tipo já entregues aos clientes. Nos últimos anos, as vendas do Su-30MKI representaram boa parte das exportações militares russas, e é um excelente resultado para a fabricante de caças Irkut Corporation.

A Força Aérea da Índia também está atualizando duas das principais frotas de aeronaves de seu acervo, que são 60 caças MiG-29 e 50 aviões Mirage 2000.

Nenhum comentário:

Postar um comentário