sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Força Aérea dos EUA e Boeing lançam ao espaço pela terceira vez o veículo não tripulado X-37B


A Boeing e a Força Aérea dos EUA, nesse dia 11 de dezembro, com sucesso recolocaram um não-tripulado Veículo de Teste Orbital (OTV) X-37B da Força Aérea dos EUA em órbita, continuando a demonstrar como o sistema oferece um acesso ágil e reutilizável para o espaço. Essa é a terceira vez que um veículo X-37B é lançado ao espaço, e a segunda vez com o OTV-1.

Um foguete Atlas V lançou o OTV-1, o primeiro dos dois veículos do programa, numa órbita baixa da Terra às 1:03hs horário da costa leste dos EUA, a partir do complexo de lançamento 41 do Cabo Canaveral.

O X-37B, que combina o melhor do design das naves espaciais e aeronaves numa plataforma de testes não-tripulada, está testando as tecnologias de veículos reutilizáveis que lidam com experimentação no espaço, no conceito de redução de risco e de desenvolvimento de operações.

“A segunda missão para o OTV-1 demonstra que o veículo é capaz de múltiplas missões e acesso ao espaço por preços acessíveis”, disse Paul Rusnock, vice-presidente da Boeing Government Space Systems.

O OTV-1 foi lançado em abril de 2010 e voltou à Terra em dezembro daquele ano, pousando na Base Aérea de Vandenberg, California. É o primeiro veículo não tripulado dos EUA a retornar do espaço e pousar por conta própria. O ônibus espacial tinha sido o único veículo espacial capaz de pousar numa pista.

Um segundo veículo, OTV-2, estabeleceu um recorde para um veículo espacial reutilizável em junho deste ano, quando completou uma missão de 469 dias. Anteriormente, a Space Shuttle Discovery detinha o recorde com um total acumulado de 365 dias em órbita.

“Nós não poderíamos estar mais satisfeitos com os progressos que fizemos neste programa e o sucesso do veículo X-37B nos dois primeiros vôos”, disse Richard McKinney, vice-subsecretário da Força Aérea dos EUA para o espaço. “No entanto, é importante ter em mente que este é um veículo experimental e uma terceira missão ainda é relativamente cedo para um programa de teste. Esta é a primeira recolocação em voo de um veículo, de forma que certamente é um objetivo fundamental para nós. Nós apenas começamos o que está sendo chamado de verificação sistemática do sistema.”

Dentre as tecnologias que estão sendo testadas no programa incluem orientação avançada, navegação e controle, sistemas de proteção térmica, aviônica, estruturas de alta temperatura e vedações, isolamento reutilizável conformal, sistemas leves de voo eletromecânicos, voo orbital autônomo, reentrada e pouso.

“O OTV X-37B foi projetado para uma duração em órbita de cerca de 9 meses”, disse o tenente-coronel Tom McIntyre, gerente do programa X-37 junto a Força Aérea dos EUA. “Assim como em missões anteriores, a duração real dependerá da realização de objetivos de teste, no desempenho do veículo em órbita e nas condições do local de pouso.”

O compromisso da Boeing para o espaço com a tecnologia baseada em veículos não tripulados já existe há uma década e inclui suporte para o programa X-40 do Laboratório de Pesquisas da Força Aérea dos UA (AFRL), o programa X-37 da NASA, e do programa do Veículo de Teste, Aproximação e Pouso X-37 da Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário