quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Voos de gravidade zero a bordo do A300 ZERO-G agora disponíveis para o público



Quem nunca sonhou imitar os astronautas, ou no seu livro infantil de quadrinhos ou de heróis de ficção científica poder voar sem peso e livremente pelo ar? Desde que começou a conquista do espaço, apenas algumas centenas de astronautas já tiveram o privilégio de experimentar a pura emoção, a surpresa, o espanto, a alegria, a euforia e a magia dessas sensações incomparáveis, esses momentos que jamais podem ser esquecidos. Várias outras milhares de pessoas, porém, descobriram também a ausência de peso sem nunca deixar a atmosfera, a bordo de aeronaves especialmente equipadas para voos parabólicos como o especial A300 da Novespace. Um vôo parabólico é realizado a bordo do A300 que realiza uma subida, e ao perder a sustentação, durante a descida, realizada os chamados arcos parabólicos, oferecendo assim os períodos de gravidade zero ou reduzida, conforme pode ser visto no vídeo a seguir.

A maioria das pessoas que já voaram no ZERO-G foram pesquisadores ou cientistas, e sua experiência por muitos anos permaneceu fora do alcance dos entusiastas do espaço e aqueles que simplesmente estão à procura de aventura. Mas agora o público terá chance de voar no Airbus A300B2 ZERO-G.

Hoje de manhã, em Paris, Yannick d’Escatha, presidente da CNES, a agência espacial francesa, Jean-François Clervoy, presidente da Novespace e astronauta da ESA, e Gompertz Gilles, CEO da Avico, abriram ao público a possibilidade de descobrir a emoção da gravidade zero e voo a bordo do Airbus A300 ZERO-G, normalmente utilizado pelas agências espaciais para os seus programas de pesquisa.

A primeira vez na Europa

A partir do primeiro trimestre de 2013, os vôos parabólicos especiais serão organizadas a partir das instalações da Novespace, uma subsidiária do CNES, e proprietária do A300 ZERO-G, em Bordeaux-Mérignac, ou a partir de Paris (aeroporto de Le Bourget).

Estes voos, que ocorrem na Europa pela primeira vez estarão acessíveis aos não-profissionais, e estão sendo comercializados sob o nome “Air Zero G” pela empresa Avico, representante na França, que lançou hoje o site www.AirZeroG.fr.

O primeiro dos três voos programados para 2013 vão ocorrer na sexta-feira, dia 15 de março.

Os vôos do Air Zero G
Esta descoberta de um dia de ausência de peso vai incluir voos de cerca de duas horas e meia, compreendendo 15 arcos parabólicos, ou um tempo total acumulado de 5 minutos em gravidade zero.

Os voos vão acomodar 40 passageiros, divididos em quatro grupos na zona de flutuação livre, cada um dos quais pode levar 10 passageiros, um tripulante de segurança e um instrutor.

Todos os vôos Air Zero G vão ocorrer na presença de Jean-François Clervoy, que irá partilhar a sua experiência como um astronauta com os passageiros durante todo o curso do dia e vai participar com cada grupo, por sua vez, durante o vôo.

Para facilitar a aclimatação, a primeira fase de voo começa com um arco parabólico simulando gravidade marciana (0,38 G), seguido por mais dois arcos simulando gravidade lunar (0,16 G) e 12 arcos zero-g (0G)

Principais características do ZERO-G:

Modelo: Airbus A300 B2 (F-BUAD)
Ano de fabricação: 1973
Comprimento: 54 metros
Envergadura: 44 metros
Diâmetro da fuselagem: 5,64 metros
Mais de 11.500 voos parabólicos realizados
Características do voo parabólico:

Número de experimentos por voo: 15
Número de passageiros por voo: 40
Duração do período de microgravidade por parábola: 22 segundos
Nível de microgravidade: +/-0,05G

Nenhum comentário:

Postar um comentário