terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Índia fecha contrato de compra de 99 motores GE F-414 para jatos de combate Tejas


A Índia e os EUA finalizaram um acordo de cerca de US$ 560 milhões para o fornecimento de 99 motores a jato F-414 da GE para serem usados nos aviões de combate leves (LCA) Tejas desenvolvidos na Índia pelo DRDO.

Há cerca de dois anos atrás, a Índia havia selecionado a empresa americana General Electric que concorria com o motor europeu Eurojet 2000 para o programa LCA Tejas Mark II, que deverá estar pronto ao redor de 2014-15.

“O negócio avaliado em US$ 560 milhões foi finalizado com os EUA para a aquisição de 99 motores para o LCA Tejas Mk II,” disseram membros do DRDO.

Conforme o contrato, a encomenda poderia ser inicialmente para 99 motores, mas a Índia terá a opção de encomendar outros 100 motores no futuro.

O motor em oferta para o LCA Tejas Mark II é o GE F-414, que são mais poderosos do que os motores GE F-404 instalados no primeiro lote de LCAs que a Força Aérea Indiana receberá num futuro próximo.

A necessidade de mudar os motores existentes nosLCAs foi sentida após a Força Aérea da Índia descobrir que os motores GE-404 não estavam fornecendo energia suficiente para a aeronave e motores mais potentes seriam necessários para o desempenho esperado.

O DRDO está desenvolvendo o LCA Mk II para atender às exigências da Força Aérea da Índia, que terá equipamentos de última geração tecnológica, incluindo um radar de matriz de varredura electrônica ativa (AESA) e será capaz de transportar mais carga do que o LCA MkI.

Recentemente, ensaios do LCA Mk I foram realizados no estande de tiro no deserto de Pokharan, onde bombas guiadas a laser e sistemas de armas foram testados.

Conforme os planos atuais, a Força Aérea da Índia vai colocar em operação dois esquadrões da LCA Mk I, que seriam seguidos da entrega de aeronaves LCA Mk II.

Fonte: Press Trust of India

Nenhum comentário:

Postar um comentário