domingo, 6 de janeiro de 2013

Japão inicia fase final do processo de modernização de seus caças F-15J


A Força de Auto Defesa Aérea do Japão (JASDF) está realizando um grande programa de modernização da sua frota de caças de superioridade aérea F-15J, a fim de mantê-la na ativa até 2040. A primeira fase começou em 2009, com a posterior entrega das quatro primeiras aeronaves em novembro de 2010. O Japão começou no início deste ano a fase final do processo de modernização para os últimos F-15J. No total, serão 54 aeronaves F-15J atualizadas até setembro de 2013 e serão acompanhadas por um segundo lote de 50 caças F-15J até 2016. O Japão opera uma frota de 165 monopostos F-15J e 48 bipostos F-15DJ.

O F-15J Eagle está equipado com o mais recente radar AESA (Antena de Varredura Eletrônica Ativa) Raytheon APG-63(V)3. Os 44° e 67° esquadrões da JASDF atualmente operam caças F-15C com as versões anteriores do radar ou APG-63(V)1 e 2. O novo radar está acoplado a um IRST.

Esta terceira versão do radar permite que o F-15 possa manter uma perfeita superioridade e permite a utilização de novos mísseis, tais como o AMRAAM AIM-120C3 e o futuro FRAAM com mais facilidade.

De acordo com a Raytheon, o radar AESA APG-63(V)3 é 50 vezes mais confiável do que a versão antiga com a antena mecânica, aumentando a sua letalidade. O AESA APG-63(V)3 é o último de uma série de atualizações para condução de operações de rede e está integrado com o sistema de navegação por GPS e com o capacete com imagens na viseira (Helmet Mounted Sistema Cueing) .

O Japão havia pressionado os Estados Unidos para comprar os caças F-22 Raptor. Mas, com a recusa dos EUA, o Japão lançou o programa FX, a fim de adquirir novos aviões de combate de última geração. No entanto, a chegada do último foi adiada, e a modernização dos F-15J tornou-se inevitável. Os caças F-35A adquiridos são destinados para substituir a frota de jatos de combate F-4J Phantom II.

Quase toda modernização está sendo feita pela Mitsubishi Heavy Industries, que adquiriu os direitos de fabricação dos F-15 na década de 1980. Além da modernização dos aviônicos nos F-15J, os caças terão aumentada também a sua capacidade de carga de armas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário