sábado, 16 de fevereiro de 2013

Acidente com aeronave OA4-AR Fightinghawk da Força Aérea Argentina


Durante um exercício militar, na quinta-feira, dia 14 de fevereiro, um jato de combate Douglas OA4-AR Fightinghawk da Força Aérea Argentina (FAA) caiu num área desabitada ao norte da província de Santiago del Estero. Os dois tripulantes conseguiram ejetar, sofrendo ferimentos.

A aeronave OA4-AR pertencente à quinta Brigada Aérea, sediada na cidade de Villa Reynolds, caiu durante a manhã, por volta das 10:30 hora local, durante a Operação de Controle Aeroespacial “Fortin II” da Força Aérea Argentina. O local da queda está localizado a cerca de 1.500 metros da cabeceira da pista do aeródromo.

O piloto do jato declarou emergência após o motor apagar em voo e depois pegar fogo, quando chegava para pouso no Aeroporto Vicecomodoro Ángel Aragonés, na capital da província. A aeronave tinha no tanque cerca de 250 litros de combustível antes da queda, e teve o problema depois de meia hora de voo.

Os pilotos, David Machado (40), Major da Força Aérea, e o Tenente Esteban Bossi (30), após serem resgatados, foram levados para o Hospital Regional “Ramón Carrillo” na capital da província. De acordo com um boletim divulgado, os pilotos sofreram politraumatismos, mas estão conscientes.

Especialistas da FAA partiram da Base Aérea de Córdoba, e seguiram para o local para ajudar nas investigações que devem determinar a causa da queda.

Esse é o terceiro acidente com jatos OA4-AR da Força Aérea Argentina, com os dois primeiros acidentes ocorridos em 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário