domingo, 17 de fevereiro de 2013

Força Aérea da Rússia recebe primeiro lote de aeronaves de ataque Su-25SM3


A Base da Força Aérea Russa de Krasnodar, na região do Distrito Militar Sul, recebeu o primeiro lote de 10 aviões de ataque Su-25SM3. A entrega de uma nova tecnologia é parte da ordem de defesa do Estado.

De acordo com a agência de notícias RIA Novosti, o distrito militar do sul já realiza em paralelo a reciclagem dos pilotos para controlar o novo tipo de aeronave, e até à data 60 por cento dos membros do esquadrão já foram treinados novamente.

Os primeiros vôos regulares com as aeronaves Su-25SM3 estão previstos para ocorrer na segunda quinzena de fevereiro de 2013. Atualmente, todos os aviões entregues na Base Aérea de Krasnodar estão passando por um trabalho de manutenção. De acordo com o representante do distrito, o “Su-25SM3 é uma versão totalmente modernizada do avião de ataque Su-25, com capacidade para atingir pequenos alvos terrestres móveis e estacionárias, em condições meteorológicas adversas, tanto de dia como de noite.”

A nova aeronave está equipada com um sistema de navegação por satélite GLONASS, que permite programar o ponto final no mapa com uma precisão de até 10 metros. Este sistema vai permitir que os pilotos operem de forma independente de serviços de apoio baseados em terra. No cockpit existe um display multifunção. Esses novos aviônicos da versão modernizada, de acordo com o militar, triplicaram a eficácia de combate do Su-25.

No final de 2012, foi iniciado na Rússia a produção em série do Su-25 profundamente modernizado, e o avião receberia a nova designação. Neste caso, deixa claro que esta não é a versão do Su-25SM (Stroyevoy Modernizirovannyi), que até 2020 está prevista a atualização de 80 aeronaves de ataque (até à data, os militares russos já receberam mais de 30 aeronaves modernizadas desta versão).

A nova designação do avião de ataque terá uma gama maior de sistemas de guerra eletrônica “Vitebsk-25″, e um sistema de navegação que permite a utilização de mísseis ar-superfície da classe X-29, bombas guiadas KAB-KR guiadas por TV e bombas com a correção do sistema GLONASS. Além disso, o aparelho recebeu um novo sistema de comunicações com um alcance de milhares de quilômetros e capacidade de encriptação.

O Su-25 com profunda modernização também recebeu uma nova câmera eletro-óptica com imagem térmica. Um novo pod de designação também permitirá atingir os alvos inimigos fortificadas além do alcance de seu sistema de defesa aérea.

Enquanto isso, o Ministério da Defesa da Rússia informou no dia 17 de fevereiro de 2013 que vai selecionar um novo projeto futuro de aeronaves de ataque, que deverá substituir todos os Su-25. Espera-se que a nova aeronave seja baseada no modelo de combate Su-25UB, com o espaço do segundo piloto recebendo um tanque de combustível adicional. O raio de combate das missões de ataque ao solo será de mil quilômetros. A aeronave será capaz de voar a altitudes de até 11.000 pés.

De acordo com dados preliminares, o novo avião de ataque vai receber os sistemas laser, ópticos e térmicos SAL-25, com os quais pode acertar pelo menos quatro alvos simultaneamente. A capacidade de carga da nova aeronave de ataque será de cerca de seis toneladas. O avião também deverá receber um radar com uma matriz ativa faseada. A produção da nova aeronave está prevista para iniciar até 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário