segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Segundo a Boeing, aeronaves 787 Dreamliners devem voltar a voar em breve


A Boeing emitiu um comunicado nessa quinta-feira, dia 7 de fevereiro, onde diz que as atividades de teste de voo e as operações de um voo comercial têm características distintas e, por conta do ambiente de teste, a autorização da FAA para a realização desse tipo de atividade sempre envolve considerações especiais.

Dito isso, embora a Boeing continue trabalhando com as autoridades reguladoras e agências de investigação apropriadas na determinação da causa dos recentes incidentes com a bateria, ela diz estar confiante de que o B787 possa participar dessa atividade de teste de voo com segurança.

Como precauções adicionais, foram introduzidas práticas operacionais extras nos testes de voo, como uma inspeção pré-voo pontual das baterias, monitoramento das mensagens de status especificamente relacionadas à bateria e uma inspeção recorrente na bateria.

A companhia designou uma equipe de centenas de especialistas para trabalhar dia e noite na solução do problema com a bateria do B787 e devolver à frota de B787s sua autorização para voar. Além disso, está trabalhando nessa questão incansavelmente, em conjunto com nossos clientes e as autoridades reguladoras e investigativas apropriadas.

Ao mesmo tempo, uma equipe dedicada de profissionais da Boeing segue produzindo os B787s e preparando-os para entrega.

Como foi dito anteriormente, toda a equipe da Boeing lamenta profundamente os efeitos que os recentes eventos causaram aos clientes e em seus passageiros, e disse estar fazendo todo o possível para chegar a uma solução e, assim, voltar a atender suas expectativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário