sábado, 16 de março de 2013

Caça F-15SA fly-by-wire faz seu primeiro voo


A Força Aérea dos EUA e sua contratante principal Boeing concluíram com sucesso o primeiro vôo de um dos novos avançados aviões de caça F-15SA para a Real Força Aérea Saudita. O voo inaugural do F-15SA ocorreu no dia 20 de fevereiro, nas instalações da Boeing em St. Louis. O voo correu conforme planejado, atendendo todos os objetivos de teste no apoio ao cronograma de desenvolvimento da aeronave.

“O vôo bem sucedido do primeiro F-15SA é um marco tremendo para o programa e uma prova da relação entre a Força Aérea dos EUA, a Boeing, e os nossos parceiros da Real Força Aérea Saudita (RSAF)”, disse o tenente-general C.D. Moore II, o comandante do Centro de Gerenciamento do Ciclo de Vida da Força Aérea localizado na Base Aérea de Wright-Patterson, Ohio. “O F-15SA irá adicionar uma capacidade importante para a RSAF e melhorar a segurança do Reino da Arábia Saudita.”

A nova aeronave é a peça central do Programa de Modernização da Frota de caças F-15 da Real Força Aérea Saudita, um amplo esforço de US$ 29,4 bilhões que se destaca como a maior venda militar estrangeira na história dos EUA.

O F-15SA apresenta melhor desempenho, maior consciência situacional e maior capacidade de sobrevivência com um menor custo do ciclo de vida total. Avançados aviônicos, incluindo um conjunto de Guerra Eletrônica Digital, sistema de controle de voo Fly-By-Wire, um sistema de busca e designação infravermelho e um radar com matriz de varredura eletrônica ativa (AESA). Os cockpits dianteiros e traseiros apresentam avançadas telas e os pilotos terão a disposição um sistema de pontaria montado no capacete (JHMCS). Duas estações de armas adicionais oferecem uma capacidade de carga aumentada.

O Coronel Robert Stambaugh, a Gerente do Programa de Assitência em Segurança da Força Aérea dos EUA para o programa F-15SA na Base Aérea de Robins, Georgia, destacou os esforços conjuntos do escritório do programa na Base Aérea de Wright-Patterson e da equipe da Boeing.

“O coronel Rob Strasser e sua equipe do programa em (na Base Aérea de Wright-Patterson) foram fundamentais para a superação dos obstáculos encontrados no caminho até o primeiro vôo”, disse Stambaugh. “Concluindo este grande marco em menos de um ano após a implementação do programa foi verdadeiramente notável.”

O programa de testes de voo do F-15SA vai incluir três instrumentados F-15SAs operacionais nas instalações da Boeing em St. Louis e em Palmdale, na Califórnia. As entregas das novas aeronaves F-15SA para o Reino da Arábia Saudita estão programadas para começar em 2015 e terminar em 2019.

Texto: 88th Air Base Wing Public Affairs

Nenhum comentário:

Postar um comentário